PUBLICIDADE
IPCA
0,86 Out.2020
Topo

Mattar: governo tem foco na reforma; desestatizações serão priorizadas em seguida

Bárbara Nascimento, Gustavo Porto, Aline Bronzatti

São Paulo

27/02/2019 16h36

O secretário especial de Desestatização e Desinvestimento do Ministério da Economia, Salim Mattar, afirmou nesta quarta-feira, 27, que o governo está focado na reforma da Previdência e que as desestatizações serão priorizadas em seguida. Questionado durante conferência realizada pelo BTG Pactual, ele afirmou que não tem controle absoluto sobre as privatizações e destacou que a conversa tem que passar pelos ministérios setoriais ligados a cada uma das estatais.

"De uma certa forma, nós do Ministério da Economia temos um assento nessas empresas. Talvez num futuro próximo a gente possa mexer nesse modelo. Mas a autoridade que determina quem será o conselho é o ministério setorial. Eu não tenho controle absoluto das desestatizações", disse o secretário.

Mattar destacou que o governo tem, em sua lista de privatizações a venda das estatais propriamente, subsidiárias, outros ativos das estatais e imóveis. Ainda que tenha dito que o programa de desestatizações possa "demorar um pouquinho", o secretário também ponderou que o país perdeu o timing para vender as estatais no melhor momento para fins de abatimento de dívida. Segundo ele, se tivesse vendido o conjunto de estatais em 2010, o governo conseguiria abater 61% da dívida. Hoje, as estatais equivalem a 26% da dívida bruta.

O secretário destacou que a União tem "um dever de casa importante" ao ajudar os Estados e convencê-los a vender suas estatais também. E destacou que o governo de Minas Gerais já está trabalhando com o governo federal para a venda de seis estatais.