PUBLICIDADE
IPCA
0,26 Jun.2020
Topo

PIB da agropecuária sobe 0,1% em 2018, diz IBGE; PIB de serviços cresce 1,3%

Daniela Amorim, Renata Batista e Vinicius Neder

Rio

28/02/2019 11h14

O Produto Interno Bruto (PIB) da agropecuária subiu 0,1% em 2018 ante 2017. Os dados foram divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), que anunciou nesta quinta-feira, 28, os resultados das Contas Nacionais Trimestrais.

No quarto trimestre de 2018, o PIB da agropecuária subiu 0,2% contra o terceiro trimestre. Na comparação com o quarto trimestre de 2017, o PIB da agropecuária mostrou alta de 2,4%.

Serviços

O PIB de serviços subiu 1,3% em 2018 ante 2017, de acordo com o IBGE. No quarto trimestre de 2018, o PIB de serviços subiu 0,2% contra o terceiro trimestre do ano. Na comparação com o quarto trimestre de 2017, o PIB de serviços mostrou alta de 1,1%.

Indústria

Já o PIB da indústria subiu 0,6% em 2018 ante 2017. No quarto trimestre de 2018, o PIB da indústria caiu 0,3% ante o terceiro trimestre do ano. Na comparação com o quarto trimestre de 2017, o PIB da indústria mostrou queda de 0,5%.

Indústrias extrativas

O aumento da produção de minério de ferro pela Vale em 2018 compensou a queda da extração de petróleo e gás no ano e garantiu a alta de 1% na produção do segmento de indústrias extrativas em relação ao ano anterior. Os dados do PIB divulgados pelo IBGE mostram que a produção avançou significativamente no último trimestre do ano, quando o setor extrativo avançou 1,9% em relação ao período entre julho e setembro. Em relação ao mesmo trimestre do ano anterior, a alta foi de 3,8%.

Apesar do aumento da produção, de acordo com a coordenadora de Contas Nacionais do IBGE, Rebeca Pallis, o desempenho da indústria extrativa foi um dos fatores que ajudou a compensar a redução no ritmo de crescimento do agronegócio em 2018 para o resultado do setor externo.

Os dois segmentos são fortemente orientados às exportações, mas o segmento agro não repetiu a safra recorde do ano anterior. A exportação avançou apenas 4,1% no ano apesar da alta do dólar, mas também mostrava aumento no ritmo no último trimestre de 2018, quando avançou 12% em realização aos três meses do ano anterior.

Mesmo antes do rompimento da barragem de Brumadinho, em Minas Gerais, a produção da mineradora vinha subindo principalmente na região norte, com o aumento paulatino da nova operação de S11D, no Pará. A produção de minério no sudeste em 2018 foi impactada pela operação da Anglo American, que teve um vazamento em um mineroduto e passou a maior parte do ano paralisada.

A expectativa dos analistas do setor para 2019 é que a retomada da Anglo compense, em parte, a retirada de parte da produção da Vale na região sudeste após a tragédia de Brumadinho. A empresa tomou a iniciativa de suspender a produção de cerca de 40 milhões de toneladas na região e está com outros 35 milhões de toneladas suspensos por questões de licenciamento.

Economia