PUBLICIDADE
IPCA
0,86 Out.2020
Topo

Fitch rebaixa rating da Argentina e diz que pode haver calote iminente

Gabriel Bueno da Costa

São Paulo

17/04/2020 15h53

A Fitch rebaixou nesta sexta-feira, 17, o rating da Argentina de CC para C. A agência diz em comunicado que isso indica que um processo de troca de dívida com dificuldade (distressed debt exchange, ou DDE), após o anúncio por autoridades do país de uma proposta de reestruturação para os bônus externos. A Fitch diz prever um default no pagamento de bônus por vencer, que poderia ser iminente se não houver acordo com os detentores dos bônus nas próximas semanas.

Autoridades argentinas anunciaram na quinta-feira uma proposta para reestruturar quase todos os bônus comerciais emitidos em mercados externos, lembra a Fitch em seu comunicado.

A proposta inclui um adiamento de cinco anos no pagamento do principal, adiamento do pagamento de juros até 2023 e uma gradual retomada depois disso, bem como um corte de 62% no pagamento de juros, segundo autoridades. A proposta, se aceita, representará essa troca com DDE, na avaliação da agência, por envolver uma "substancial redução" nos termos para os credores e ser buscada para se evitar um default tradicional.

A Fitch diz que três dos bônus elegíveis vencem em 22 de abril, com período de carência de 30 dias. Se não houver acordo nesse intervalo, ou ao menos avanço significativo, a agência acredita que existe um alto risco de que esses pagamentos não sejam realizados.