PUBLICIDADE
IPCA
0,86 Out.2020
Topo

EUA pode fazer corte em folha de pagamentos por mais tempo, diz Trump

Gabriel Bueno da Costa e André Marinho

São Paulo

08/05/2020 16h18

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, afirmou que seu governo pode decidir realizar um corte na folha de pagamentos por um período mais extenso, no âmbito das medidas de estímulo para apoiar a economia diante do quadro de pandemia de coronavírus. Durante reunião com membros do Partido Republicano no Congresso, Trump também mencionou a possibilidade de reduzir impostos sobre ganhos de capital. "Eu seria favorável", comentou sobre este último, após dizer que alguns em Washington defendem a estratégia.

Questionado por repórteres, Trump afirmou que o desemprego deve subir mais ainda nos EUA, mas não citou projeções específicas. "Houve um desligamento artificial de uma excelente economia", disse sobre as medidas de distanciamento social para conter a disseminação do coronavírus. Segundo ele, o quarto trimestre deste ano já deve ser positivo na economia americana. "O próximo ano pode ser um dos melhores que já tivemos, do ponto de vista econômico", prometeu, dizendo que seu governo trabalha para agilizar a entrega do dinheiro já aprovado pelo Congresso às pessoas que têm direito a ele.

Também presente na reunião, o diretor do Conselho Econômico Nacional da Casa Branca, Larry Kudlow, também mostrou otimismo sobre a retomada. "É possível que os empregos sejam recuperados rapidamente", avaliou.

Mike Pence

Trump disse ainda que o vice-presidente Mike Pence foi testado para coronavírus, com resultado negativo. Uma integrante da equipe de Pence, Katie Miller, teve teste positivo para a doença, mas Trump disse que não havia tido contato com essa funcionária, que é a secretária de imprensa do vice-presidente.