PUBLICIDADE
IPCA
0,47 Mai.2022
Topo

Sete de 8 atividades do varejo caem em novembro ante novembro de 2020, diz IBGE

 Na média global, o comércio varejista teve um recuo de 4,2%, o mais acentuado para o mês desde 2015 - iStock
Na média global, o comércio varejista teve um recuo de 4,2%, o mais acentuado para o mês desde 2015 Imagem: iStock

Daniela Amorim

Rio

14/01/2022 11h25

Sete das oito atividades que integram o varejo registraram perdas em novembro de 2021 ante novembro de 2020. Os dados são da Pesquisa Mensal de Comércio e foram divulgados nesta sexta-feira pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Na média global, o comércio varejista teve um recuo de 4,2%, o mais acentuado para o mês desde 2015, quando encolheu 7,8%.

Segundo Cristiano Santos, gerente da pesquisa do IBGE, o volume de vendas motivado pelas promoções da Black Friday em 2021 foi menor do que em 2020.

Em novembro de 2021, houve quedas ante novembro de 2020 nas vendas de Móveis e eletrodomésticos (-21,5%), Equipamentos e material para escritório, informática e comunicação (-5,6%), Outros artigos de uso pessoal e doméstico (-2,6%), Combustíveis e lubrificantes (-7,1%), Hipermercados, supermercados, produtos alimentícios, bebidas e fumo (-0,5%), Livros, jornais, revistas e papelaria (-14,4%) e Tecidos, vestuário e calçados (-4,4%). O único setor com expansão foi Artigos farmacêuticos, médicos, ortopédicos, de perfumaria e cosméticos (2,5%).

No varejo ampliado, que inclui os segmentos de veículos e material de construção, as vendas caíram 2,9% em novembro de 2021 ante novembro do ano anterior.

O segmento de Veículos e motos, partes e peças cresceu 1,7%, e Material de construção caiu 4,1%.