PUBLICIDADE
IPCA
1,06 Abr.2022
Topo

Vendas de automóveis na China caem pelo 8º mês seguido; covid afeta produção

Pequim

14/02/2022 11h52

As vendas de carros da China recuaram pelo oitavo mês consecutivo, no momento em que surtos de covid-19 em algumas cidades do país prejudicam a produção automobilística. As vendas de carros de passageiros no varejo recuaram 4,4% em janeiro, na comparação anual, a 2,09 milhões de veículos, informou nesta segunda-feira, 14, a Associação de Carros de Passageiros da China.

A entidade espera que o maior mercado do mundo siga fraco em fevereiro, em quadro de desaceleração econômica, maior escrutínio sobre o setor imobiliário e surtos esporádicos de covid-19 que podem continuar a enfraquecer a demanda dos consumidores.

A Toyota Motor informou que suas vendas na China recuaram 21,5% no mês passado, na comparação anual. As vendas de duas joint ventures da Volkswagen na China tiveram baixas de 19,9% e 17,9% em janeiro, segundo os dados da associação. A Toyota e a Volkswagen fecharam fábricas na cidade de Tianjin, no norte chinês, por mais de uma semana no mês passado, após a cidade reportar dezenas de casos de covid-19.

As vendas da Nissan tiveram baixa de 8,7% e as da Honda, de 6,9%.

Também em janeiro, as vendas de carros elétricos e híbridos mais que dobraram na comparação anual, a 347 mil, segundo a mesma entidade. A Tesla vendeu 59.845 carros em sua fábrica em Xangai, 67,8% deles exportados para fora da China.

As fabricantes de carros elétricos sofrem pressão crescente, devido ao aumento dos preços do lítio e de outros materiais, bem como pela redução de subsídios do governo para a compra de veículos elétricos novos, diz a associação.