PUBLICIDADE
IPCA
-0,68 Jul.2022
Topo

Ibram: receita de exportações de ouro cai 7,8% no 1º semestre

Rio, 27

27/07/2022 17h51

A receita das exportações brasileiras de ouro caíram 7,8% no primeiro semestre deste ano na comparação com o mesmo período de 2021. Mineradoras que trabalham com o metal precioso viram o faturamento com vendas ao exterior cair de US$ 2,5 bilhões para US$ 2,3 bilhões na primeira metade do ano. As informações foram divulgadas em relatório nesta quarta-feira, 27, pelo Instituto Brasileiro de Mineração (Ibram).

Em termos de volume, as exportações de ouro caíram 11,5%, para 42,9 toneladas, no primeiro semestre de 2022 ante o primeiro semestre de 2021 (48,5 toneladas). Na comparação entre o segundo e o primeiro trimestres deste ano, porém, houve um avanço de 0,9% em faturamento com exportações do produto e 1% em volume.

Em termos de receita, o ouro é o segundo produto na pauta de exportação de minério do Brasil, com 11% do total. Fica só atrás do minério de ferro (71,3%).

Entre os países que compram o ouro brasileiro, aponta o Ibram, estão o Canadá, com 33,9%; Índia 16,3%; Reino Unido 14,9%; Suíça 14,5%; Emirados Árabes Unidos 8,6%; Itália 4,0%; Bélgica 3,9%; Turquia 1,5%; Alemanha 1,0%; Estados Unidos 1,0%.