IPCA
0,46 Jul.2024
Topo

Governador de MT anuncia assinatura transferência das ações da Rota do Oeste para o Estado

Brasília

04/05/2023 15h08

O governador de Mato Grosso, Mauro Mendes (União Brasil), anunciou a assinatura da transferência das ações da companhia Rota do Oeste (CRO), concessionária da Odebrecht Transport (OTP) que administrava a BR-163, para o Estado. A assinatura ocorreu em reunião com o presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, nesta quinta-feira, 4. De acordo com Mendes, o Estado tem previsão de aportar R$ 1,2 bilhão para iniciar imediatamente as obras de requalificação da pista existente e, nas próximas semanas, de duplicação.

Em fala a jornalistas após o encontro, Mendes avaliou que a concessionária perdeu a capacidade de fazer as obras. Na visão do governador, se houvesse a relicitação, as obras na BR-163 poderiam demorar muito.

O chefe do Executivo estadual afirmou que já foi feita a liquidação de todo o passivo que existia com os bancos públicos e privados, que ultrapassava os R$ 900 milhões. Segundo o governador, houve cerca de 50% de desconto na dívida.

"Vamos ter um fato inédito no País que é um ente subnacional, um Estado, sendo concessionária de um ativo federal", declarou o governador.

Ao citar o ex-ministro da Economia Paulo Guedes, que afirmava que as soluções vinham do mercado, o governador aproveitou para criticar que o "mercado nem sempre é capaz de construir as soluções que são boas pra sociedade".

Mendes disse que, em tese, a concessão deve fazer Mato Grosso ficar com a estrada por 30 anos. De acordo com ele, o governo tem até oito anos para concluir a duplicação de 440 quilômetros, mas a perspectiva é que o prazo seja antecipado para até cinco anos.

Na fala, o governador fez um agradecimento público ao Tribunal de Contas da União (TCU), sob liderança do presidente Bruno Dantas, por dar segurança jurídica de forma rápida para a nova formatação. Além disso, ele também agradeceu ao ministro dos Transportes, Renan Filho, e ao governo federal.