IPCA
0,83 Mai.2024
Topo

'Liberdades competitivas' da Petrobras serão usadas agora, diz Prates

Brasília

16/05/2023 12h56

O presidente da Petrobras, Jean Paul Prates, afirmou nesta terça-feira, 16, que a nova política de preços da companhia considera o custo de perder o cliente e o custo de perder a rentabilidade. Segundo ele, a empresa passa a ter a possibilidade de usar o que chamou de "liberdades competitivas" para vender os combustíveis.

"A Petrobras passa a ter a liberdade para praticar preços. Esse modelo maximiza a incorporação de vantagens competitivas, sem se afastar absolutamente da referência internacional dos preços. Quando digo referência, não é paridade de importação", declarou o presidente da empresa.

Prates também destacou que não há interferência política do governo na gestão da companhia, que toma suas decisões de forma técnica e preservando os interesses dos acionistas.