IPCA
0,46 Jul.2024
Topo

Manter estabilidade de preços segue essencial e isso não pode ser comprometido, diz Lagarde

São Paulo

19/05/2023 17h36

A presidente do Banco Central Europeu (BCE), Christine Lagarde, defendeu que a instituição mantenha a garantia da estabilidade de preços como seu principal mandato. Ela afirmou que não vai abrir mão do controle inflacionário em nome da estabilidade financeira e garantiu que fará "o que for necessário" para levar a inflação da zona do euro de volta à meta de 2%.

"Não devemos trocar a estabilidade de preços pela estabilidade financeira", disse Lagarde, em um vídeo de 10 minutos exibido no "High-Level Seminar on Central Banking: Past and Present Challenges", realizado em São Paulo nesta sexta-feira. "Enquanto a instabilidade financeira é um risco, a inflação alta é uma realidade."

A presidente do BCE acrescentou que, hoje, os bancos centrais dispõem de um conjunto de instrumentos que permite simultaneamente combater a inflação e garantir a estabilidade do sistema financeiro, sem que seja necessário escolher entre as duas. E acrescentou que a inflação avança após a eclosão de vários choques, incluindo a guerra na Ucrânia.

Esses choques levaram bancos centrais do mundo todo a aumentar os juros - a exemplo do Brasil, citado por Lagarde como um dos primeiros a apertar a política monetária.

Durante sua fala, Lagarde destacou que eventos recentes mostraram como algumas vulnerabilidades podem levar a corridas bancárias, pelo efeito de rumores que se propagam nas redes sociais. Para a dirigente, os bancos centrais e os supervisores bancários devem estar atentos e forçar a rápida resolução de vulnerabilidades bancárias.

Segundo a presidente do BCE, a adoção de regras de Basileia tem funcionado para evitar que as turbulências bancárias atinjam os bancos europeus.