Presidente Xi Jinping promete expandir controle macroeconômico e empregos na China

O presidente da China, Xi Jinping, prometeu nesta quinta-feira, 28, que o governo expandirá o controle macroeconômico para "acelerar a construção de um novo desenvolvimento e de demanda doméstica efetiva", reportou a CCTV. Xi afirmou que as medidas objetivam estimular a vitalidade de empresas locais e melhorar as operações econômicas chinesas.

"Vamos prevenir e resolver efetivamente os principais riscos, e nos esforçaremos para atingir as metas anuais de desenvolvimento econômico e social", reiterou o presidente chinês, em evento para comemorar o aniversário de fundação da República do Povo da China. Além disso, Xi anunciou que ampliará os empregos no país e implementará outras medidas econômicas para garantir o senso de seguridade social da população.

Xi também comentou que o país deverá promover uma "abertura de alto nível" para outros países e continuar reformas profundas neste segmento, expandindo abertura de regulações, gerenciamento e padrões locais para tornar o desenvolvimento econômico "mais eficiente, resiliente e energético".

Sobre relações exteriores, autoridades chinesas presentes no evento afirmaram que o país pretende desenvolver "relações pacíficas e integradas" com Taiwan, sob o objetivo "inabalável" de promover a reunificação com a China continental. Conforme reportagem da CCTV, o membro do Politburo, Wang Huning relatou que o país seguirá o princípio de "One China" na discussão de relações sobre o estreito e manterá "oposição resoluta" a independência da ilha e a interferência de forças externas.