Ticket Log: Alta no preço do diesel perde força em setembro, mas média se mantém acima de R$ 6

A mais recente análise do Índice de Preços Edenred Ticket Log (IPTL), levantamento que consolida o comportamento de preços das transações nos postos de combustível, apontou que no período de 1º a 28 de setembro, o preço médio nacional do litro do diesel comum fechou a R$ 6,15, com aumento de 0,33%, ante a primeira quinzena de setembro. Já o tipo S-10 encerrou o período a R$ 6,34 e ficou 0,48% mais caro para os motoristas.

"Os aumentos no preço do diesel perderam força, mas a média nacional segue acima de R$ 6 e quando fazemos o comparativo da média registrada neste fechamento deste mês com o consolidado de agosto, ainda é possível identificar, segundo o IPTL, um aumento de 12% para o comum e de 13% para o S-10 no valor repassado aos motoristas. Podemos identificar novos aumentos nos próximos dias com a reoneração de parte da alíquota do PIS/Cofins e reflexos do cenário internacional que afeta o preço do combustível", destaca Douglas Pina, Diretor-Geral de Mobilidade da Edenred Brasil.

No recorte regional, todas registraram aumento no preço do diesel S-10. Quanto ao comum, apenas o Centro-Oeste apresentou recuo de 0,16% e fechou setembro com a média de R$ 6,39. O Norte, Sudeste e Sul apresentaram estabilidade, ante a primeira quinzena de setembro. Já no Nordeste, o tipo comum fechou a R$ 6,29 e ficou 1,45% mais caro, o único aumento entre as regiões para o comum, e a região também registrou a alta mais expressiva para o tipo S-10, de 0,95%, que fechou a R$ 6,39. O Norte registrou as médias mais caras do País, de R$ 6,62 para o tipo comum e de R$ 6,68 para o S-10, e o Sul as mais baratas, de R$ 5,94 para o comum e R$ 6,08 para o S-10.

O IPTL é um índice de preços de combustíveis levantado com base nos abastecimentos realizados nos 21 mil postos credenciados da Ticket Log, que possui 1 milhão de veículos, com uma média de oito transações por segundo.