Chance de manutenção dos juros pelo Fed em dezembro passa de 85,9% a 95,3% após CPI, diz CME

A chance de manutenção dos juros pelo Federal Reserve (Fed) em dezembro saltou de 85,9% para 95,3%, conforme monitoramento do CME Group, após o índice de preços ao consumidor (CPI, na sigla em inglês) dos EUA avançar menos do que o esperado em outubro. Sinais de arrefecimento da inflação americana tendem a renovar expectativas por uma postura menos rígida do BC americano.

Em um primeiro momento, a precificação de manutenção dos juros em janeiro também disparou de 70,3% logo antes do dado para 95,6%. Por volta das 11h, o CME Group exibia probabilidade de 93,0% dos juros permanecerem na faixa atual em janeiro, seguida por chance de 6,9% de alta de 25 pontos-base (pb) e de 0,1% de alta de 50 pb. Antes do dado, as probabilidades de alta eram de 27,1% e 2,6%, respectivamente.

Ainda, o mercado voltou a precificar maio de 2024 como o primeiro mês com probabilidade majoritária (60,8%) de cortes de juros, substituindo junho do próximo ano.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes