RJ tem miniapagões por falhas em Furnas; Cedae relata cortes de água por instabilidades da Enel

Em meio à onda de calor intenso que afeta o Estado do Rio de Janeiro, com sensação térmica acima dos 59ºC, moradores de cidades fluminenses enfrentaram ainda quedas de energia elétrica e interrupções no abastecimento de água.

Diferentes falhas em equipamentos de Furnas provocaram ao menos três miniapagões na região num intervalo de apenas uma semana. No mesmo período, o abastecimento de água chegou a ser interrompido em algumas cidades fluminenses, desta vez por problemas no fornecimento de energia elétrica pela concessionária de energia Enel, que teria prejudicado a operação de estações de tratamento, relatou a Companhia Estadual de Águas e Esgotos do Rio de Janeiro (Cedae).

Na noite de sexta-feira, 17, uma falha em uma subestação de Furnas interrompeu temporariamente o fornecimento de energia elétrica na região metropolitana do Rio.

"#LightInforma uma ocorrência na rede de Furnas desligou a subestação de Caxias da concessionária. A empresa aguarda a autorização de Furnas para que a subestação seja novamente energizada e a distribuição para os clientes normalizada", avisou a concessionária Light, que atua na distribuição de energia aos consumidores da região, em postagem em uma rede social na noite de sexta-feira.

Segundo a Eletrobras Furnas, a interrupção foi decorrente de um problema em um equipamento na subestação de São José, em Belford Roxo, município vizinho a Duque de Caxias, ambos na região metropolitana do Rio.

"A Eletrobras informa que, às 19h57min de hoje (sexta-feira, 17/11), houve uma falha em um equipamento de pequeno porte na subestação de São José, em Belford Roxo /RJ, de propriedade da Eletrobras Furnas, afetando o setor de 138 kV dessa instalação e, consequentemente, o fornecimento à distribuidora local. Equipes da Eletrobras estão no local, atuando para o completo restabelecimento da instalação", comunicou a Eletrobras, em nota à imprensa.

A Light anunciou durante a madrugada de sábado que o fornecimento de energia em Duque de Caxias já tinha sido totalmente restabelecido, após autorização do Operador Nacional do Sistema (ONS).

Foi o segundo dia seguido de episódios de quedas de luz por falhas em equipamentos de Furnas. A Light já tinha reportado na quinta-feira, 16, que uma ocorrência na rede de Furnas provocou a interrupção temporária no fornecimento de energia para consumidores de bairros da zona norte da capital fluminense, como Cachambi, Triagem e Benfica.

Um terceiro episódio foi registrado no início desta semana, segunda-feira, 13, interrompendo por algumas horas o fornecimento de energia em Campos dos Goytacazes, município do Norte Fluminense.

"A Eletrobras esclarece que às 16h17min de hoje (segunda-feira, 13) houve desligamento parcial dos setores de 138kV e 345kV da SE Campos (Subestação Campos). A equipe de manutenção da Eletrobras Furnas foi prontamente acionada, tendo sido identificada a falha de um equipamento de pequeno porte. A ocorrência teve reflexos no sistema Concessionária de Distribuição local, afetando a região de Campos. O restabelecimento completo do sistema da Eletrobras Furnas foi concluído às 19h", informou a companhia, em nota à imprensa.

Falta d'água na onda de calor

O Rio de Janeiro vem registrando temperaturas elevadas ao longo da semana. Neste sábado, 18, a sensação térmica superou 59ºC já nas primeiras horas da manhã na zona Oeste da capital fluminense, segundo a Prefeitura do Rio de Janeiro.

O sistema Alerta Rio, responsável pelo alerta de chuvas oficial da Prefeitura, registrou, às 8h da manhã, temperatura de 35,3ºC no bairro de Guaratiba, na zona Oeste, com a sensação térmica chegando a 59,3ºC. A previsão é que a temperatura suba à máxima de 43ºC durante o dia.

A Cedae, responsável por grandes sistemas de captação e tratamento da água distribuída por concessionárias no Estado do Rio de Janeiro, relatou diferentes episódios de problemas na operação por instabilidade no fornecimento de energia elétrica da Enel ao longo desta semana.

Na segunda-feira, 13, a Cedae alertou que "falhas no fornecimento de energia elétrica por parte da Enel" paralisaram as Estações de Tratamento de Água do Norte e Noroeste do Estado, das 16h17 às 18h50, afetando o abastecimento das cidades de Itaperuna, Laje do Muriaé, Bom Jesus do Itabapoana, Cardoso Moreira, Italva, Porciúncula, São João da Barra e Varre Sai.

Também na segunda-feira, "devido a falha no fornecimento de energia elétrica pela concessionária Enel, as operações da Estação Elevatória de Água Bruta (EEAB) de Imunana, em Guapimirim, e a Estação de Tratamento de Água (ETA) Laranjal, em São Gonçalo, foram interrompidas das 16h18 às 17h12", divulgou a Cedae.

Novo problema no fornecimento de energia, entre esta sexta-feira e sábado, voltou a afetar a operação, desta vez para Teresópolis, na região serrana do Rio.

"Devido a nova instabilidade na rede elétrica da Enel, a Estação de Tratamento de Água (ETA) Rio Preto, em Teresópolis, operou com 66% da capacidade, das 19h47 às 4h, entre o fim da noite de sexta-feira (17/11) até o início deste sábado (18/11)", informou a Cedae. "Após o restabelecimento do fornecimento total de energia elétrica, a produção de água já foi retomada, mas pode levar até 48 horas para se normalizar em alguns pontos, como ruas altas. A ETA é responsável por cerca de 85% do abastecimento de Teresópolis."

A Cedae relatou ainda um aumento no consumo de água no Noroeste Fluminense devido ao calor acima da média nesta semana, pedindo que moradores evitassem o uso em "tarefas não essenciais".

Por causa das altas temperaturas, o governo do Estado do Rio de Janeiro informou que a Cedae adiou a manutenção preventiva do Sistema Guandu, que estava programada para quinta-feira, 17.

"O Guandu abastece mais de 10 milhões de pessoas, e a operação é realizada anualmente para evitar problemas futuros e preparar os equipamentos para o verão. Entretanto, a parada implicaria suspender o tratamento de água durante 24 horas durante o calor extremo, por isso, a companhia adiou a manutenção para a quinta-feira da próxima semana, dia 23, quando a previsão é que as temperaturas no Rio estejam mais amenas", divulgou o governo do Estado do Rio de Janeiro, em nota à imprensa.

Contato: daniela.amorim@estadao.com

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes