Bradesco anuncia Marcelo Noronha para presidência em substituição a Octavio de Lazari

O Banco Bradesco informou nesta quinta-feira, 23, que o seu Conselho de Administração, acatando recomendação do Comitê de Nomeação e Sucessão, promoveu Marcelo de Araújo Noronha ao cargo de diretor-presidente em substituição a Octavio de Lazari Junior, que terá seu nome submetido, oportunamente, para integrar o Colegiado.

Em fato relevante enviado à Comissão de Valores Mobiliários (CVM), o banco destaca que a indicação de Marcelo decorreu da sua vasta experiência profissional adquirida ao longo de mais de 38 anos no mercado financeiro, 20 dos quais dedicados à Organização Bradesco.

O novo diretor-presidente tem 58 anos e iniciou sua carreira bancária, em 1985, no Recife. Transferiu-se para São Paulo em 1994 e, antes de ingressar no Bradesco, trabalhou na diretoria do Banco Bilbao Vizcaya Argentaria Brasil até 2003. Foi, também, diretor-presidente da Associação Brasileira das Empresas de Cartões de Crédito e Serviços (Abecs) entre 2013 e 2017.

Noronha vinha exercendo, nos últimos oito anos, o cargo de diretor vice-presidente, cumulativo com outros que ocupa e continuará ocupando em empresas da Organização.

O executivo é formado em Administração pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), com especialização em finanças pelo IBMEC - Instituto Brasileiro de Mercado de Capitais e Advanced Management Program - AMP pelo IESE - Instituto de Estudios Empresariales da Universidade de Navarra, em Barcelona.

Segundo o banco, Lazari segue compondo os principais comitês de assessoramento do Conselho de Administração e a sua nomeação ao cargo de membro do órgão será divulgada ao mercado e submetida à homologação do Banco Central do Brasil.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes