Bolsas de NY fecham sem direção única, em pregão menor e com liquidez baixa; varejistas sobem

As bolsas de Nova York fecharam sem direção única nesta sexta-feira, 24, uma sessão abreviada e com liquidez exígua, no dia seguinte ao feriado de Ações de Graças nos Estados Unidos.

O índice Dow Jones encerrou o pregão em alta de 0,33%, a 35.390,15 pontos; o S&P 500 subiu 0,06%, a 4.559,34 pontos; e o Nasdaq perdeu 0,11%, a 14.250,85 pontos. Na semana, houve ganhos de 1,27%, 1,00% e 0,89%, respectivamente.

"O ditado habitual é que quando os EUA espirram, o mundo pega uma gripe - no caso mais recente, parece que quando os EUA estão de folga, os mercados globais apertam o botão de soneca", afirma o diretor de investimentos da AJ Bell, Russ Mould.

A ação da Nvidia caiu quase 2%, após a Reuters informar que a Nvidia atrasará o lançamento de um novo chip de inteligência artificial (IA) para a China, que busca cumprir regras de exportações dos Estados Unidos.

Por outro lado, Amazon avançou 0,02% e Walmart ganhou 0,89%, em meio à Black Friday, uma das principais oportunidades no ano para que varejista lancem descontos e, como consequência, tenham impulso nas vendas.

Sem volume de negócios relevante, o mercado deixou em segundo plano indicadores econômicos divulgados nesta sexta. Entre eles, o índice de gerentes de compras (PMI, na sigla em inglês) industrial apontou contração na atividade na preliminar de novembro, de acordo com a S&P Global.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes