Embraer e SAMI assinam MoU para cooperação entre Arábia Saudita e Brasil em Defesa e Segurança

A Embraer e a SAMI, uma empresa do Fundo de Investimento Público (PIF), assinaram nesta quarta-feira, 29, um Memorando de Entendimento (MoU) para estabelecer uma cooperação em suas respectivas indústrias aeroespaciais, priorizando a defesa e a segurança.

O acordo visa expandir a presença operacional de ambas as empresas na Arábia Saudita, com foco na promoção das capacidades da aeronave C-390 Millennium e na prestação de apoio ao Ministério da Defesa do país. A SAMI e a Embraer trabalharão para estabelecer uma capacidade de manutenção abrangente para as aeronaves da Embraer.

Além disso, ambas as empresas explorarão um Centro Regional de MRO e uma linha de montagem final para o Embraer C-390, bem como uma integração de sistemas de missão, além de participarem em atividades de formação, que permitirão a abertura de novas oportunidades para ambas as empresas no setor aeroespacial na Arábia Saudita e na região.

O acordo apoiará os esforços da SAMI em capacitar os talentos locais e contribuir para o objetivo da Visão Saudita 2030 de localizar o setor de defesa no Reino.

"Embora esta expansão das nossas capacidades de MRO seja importante, a chave para este acordo é o estabelecimento de atividades de formação conjuntas, para apoiar o desenvolvimento de talentos sauditas e a transferência de competências valiosas no setor aeroespacial", diz o diretor executivo da SAMI, Walid Abukhaled.

Bosco da Costa Junior, presidente e CEO de Defesa e Segurança da Embraer acrescentou: "Este é o primeiro passo para avançar na cooperação em Defesa e Segurança envolvendo cadeias produtivas entre os dois países. Com este Memorando de Entendimento, a Embraer avança ainda mais em um mercado estratégico."

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes