População ocupada é recorde na série histórica iniciada em 2012 pelo IBGE

O País registrou uma geração de 862 mil vagas no mercado de trabalho no trimestre até outubro em relação ao trimestre encerrado em julho, um aumento de 0,9% na ocupação. A população ocupada alcançou um recorde de 100,206 milhões de pessoas no trimestre encerrado em outubro. Em um ano, mais 545 mil pessoas encontraram uma ocupação.

Os dados são da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad Contínua), iniciada em 2012 pelo Instituto Brasileiro de Economia e Estatística (IBGE).

A população desocupada recuou em 261 mil pessoas em um trimestre, totalizando 8,259 milhões de desempregados no trimestre até outubro. Em um ano, 763 mil pessoas deixaram o desemprego. A população desempregada desceu ao menor patamar desde o trimestre até abril de 2015.

A população inativa somou 66,641 milhões de pessoas no trimestre encerrado em outubro, 228 mil a menos que no trimestre anterior. Em um ano, esse contingente aumentou em 1,738 milhão de pessoas.

O nível da ocupação - porcentual de pessoas ocupadas na população em idade de trabalhar - ficou em 57,2% no trimestre até outubro, ante 56,9% no trimestre até julho. No trimestre terminado em outubro de 2022, o nível da ocupação era de 57,4%.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes