Condições de oferta de crédito foram mais favoráveis no fim de 2023, mostra BC

O Banco Central divulgou nesta quinta-feira, 15, o resultado da Pesquisa Trimestral de Condições de Crédito (PTC), que procura captar as tendências do mercado de crédito bancário a partir das percepções das principais instituições financeiras. Em relação ao quarto trimestre de 2023, os bancos destacaram que as condições de oferta de crédito foram mais favoráveis.

"Em geral, a demanda por crédito tem sido positiva, impulsionada pela redução nas taxas de juros e, no caso de pessoas jurídicas, também pela necessidade de investimento em ativo fixo e de capital de giro", aponta o BC.

De acordo com a pesquisa, a oferta de crédito para pessoas jurídicas tem sido mais flexível, com destaque positivo para a competição entre bancos no segmento de grandes empresas. No segmento de micro, pequenas e médias empresas, o destaque é a captação de novos clientes. "Espera-se para o primeiro trimestre de 2024 uma melhora generalizada nos fatores", acrescentou o documento.

Já para as famílias, os bancos disseram esperar que as condições de crédito para consumo de pessoas físicas ficassem mais favoráveis no começo deste ano. "Espera-se fortalecimento da demanda para o primeiro trimestre de 2024, auxiliado pela redução nas taxas de juros e aumento da confiança do consumidor", apontou a pesquisa.

As instituições também citaram a melhora na percepção sobre o nível de comprometimento de renda do consumidor, o nível de emprego e de condições salariais, além da inadimplência e a tolerância ao risco.

Por outro lado, apesar da melhora ou manutenção da percepção dos fatores de oferta do crédito habitacional no fim de 2023, os bancos indicaram que o custo e disponibilidade de funding devem ser fatores "bastante negativos" para o segmento no começo de 2024.