Há 1 ano, Abilio emprestou heliponto para ajudar na tragédia de São Sebastião

Em meio ao desastre natural que atingiu São Sebastião, no litoral norte de São Paulo, e que deixou 65 pessoas mortas e dezenas de desabrigados, em fevereiro de 2023, o Abilio Diniz teve um papel fundamental, ainda que à distância, no resgate de pessoas que estavam ilhadas no local e no transporte das doações para os necessitados.

O empresário possuía uma casa de veraneio na Praia da Baleia, em São Sebastião, e liberou seu heliponto pessoal para que moradores pudessem deixar o local com o transporte aéreo e também realizassem o translado das doações de mantimentos que eram recolhidos na capital paulista e trazidos pelas aeronaves que desciam a serra em direção a São Sebastião.

Na ocasião, o "rosto' do Grupo Pão de Açúcar ajudou também no processo de arrecadações de doações para às vítimas da tragédia em São Sebastião. À época do incidente, ele não estava na cidade.

Abilio Diniz morreu neste domingo, 18, aos 87 anos, vítima de insuficiência respiratória em função de uma pneumonite. Ele estava internado no Hospital Albert Einstein, na capital paulista.

O velório ocorrerá nesta segunda, 19, no Salão Nobre do Estádio do Morumbi, do São Paulo Futebol, time do coração do empresário. Ele será aberto ao público das 11h às 15h. O acesso de veículos será pela Av. Jules Rimet - Portão 4. Já o acesso de pedestres será pela Av. Giovanni Gronchi - Portão 17. O enterro será reservado apenas aos familiares.