Alta do minério e de NY dá fôlego ao Ibovespa, que mira o nível dos 131 mil pontos

A valorização de 1,24% do minério de ferro em Dalian, na China, e dos índices futuros de ações norte-americanos estimula a alta do Ibovespa nesta terça-feira, 27. Sendo assim, o principal indicador retomou mais cedo a importante marca psicológica dos 130 mil pontos, e já testando o nível dos 131 mil pontos. Na segunda-feira, 26, fechou com elevação de 0,15%, aos 129.609,05 pontos.

Outra fonte de alta do Ibovespa é o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo -15 (IPCA-15) de fevereiro de 0,78%, inferior à mediana, de 0,82%, o que já atinge marginalmente para baixo os juros futuros. Em 12 meses, atingiu 4,49%, abaixo da mediana de 4,53%, ante taxa de 4,47% até janeiro. No entanto, segue acima da meta de 3,00% estipulada para 2024.

"O IPCA-15 dá um certo respiro no meio de uma leva de indicadores que não têm sido muito positivos com resultados desfavoráveis. As expectativas para o índice eram elevadas e havia uma justificativa, principalmente por conta da pressão sazonal em Educação, e do carnaval. Ou seja, dois vetores inflacionários, além de um resquício dos efeitos do El Niño", avalia a economista-chefe da CM Capital, Carla Argenta.

No entanto, apesar do resultado menor do que esperado, Argenta diz que isso não muda a ideia em relação a continuidade de cortes de meio ponto porcentual na Selic à frente. "Não muda o plano de voo do BC, só ratifica os cortes, mas sem colocar limites para o fim do ciclo do juro básico."

Na China, há renovadas esperanças de que novas medidas de estímulos sejam anunciadas durante as sessões plenárias anuais do governo chinês, no início de março.

Apesar da elevação do Índice Bovespa, ele ainda precisa retomar com consistência a faixa dos 130 mil pontos no fechamento, depois reconquistar o nível dos 132 mil pontos e em seguida ir novamente para a marca recorde, perto dos 135 mil pontos, cita Alvaro Bandeira, coordenador de Economia da Apimec Brasil, em relatório. "Mas será difícil."

Nos Estados Unidos, será divulgado o índice de confiança do consumidor dos EUA, medido pelo Conference Board.

Às 11h15, o Ibovespa subia 1,07%, aos 130.996,98 pontos, depois de avançar 1,17%, aos 131.128,01 pontos, na máxima. De um total de 86 ações, só cinco cediam.