No Caged de janeiro, setor de serviços abre 80.587 vagas e puxa resultado positivo

A abertura líquida de 180.395 vagas de trabalho com carteira assinada em janeiro no Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) foi novamente puxada pelo desempenho do setor de serviços no mês, com a criação de 80.587 postos formais, seguido pela indústria geral, que abriu 67.029 vagas.

Já a construção civil gerou 49.091 vagas em janeiro, enquanto houve um saldo de 21.900 contratações na agropecuária.

O comércio registrou fechamento de 38.212 vagas no mês.

Unidades da Federação

No 1º mês do ano, 25 das 27 Unidades da Federação obtiveram resultado positivo no Caged.

O melhor desempenho entre os Estados foi registrado em São Paulo, com a abertura de 38.499 postos de trabalho.

Já o pior desempenho foi do Maranhão, que registrou o fechamento de 831 vagas em janeiro.

Salário

O salário médio de admissão nos empregos com carteira assinada foi de R$ 2.118,32 em janeiro.

Comparado ao mês anterior, houve alta real de R$ 69,23 no salário médio de admissão, uma alta de 3,38%.