Em poucos dias, cenário na Petrobras pode se estabilizar, diz ministro Paulo Pimenta

O ministro da Secretaria de Comunicação Social da Presidência (Secom), Paulo Pimenta, afirmou que, em poucos dias, o cenário da Petrobras pode se estabilizar. O presidente da estatal, Jean Paul Prates, tem sofrido uma "fritura" pública por parte dos integrantes do governo, incluindo o ministro de Minas e Energia, Alexandre Silveira.

"Em poucos dias, vamos estar com um cenário de estabilidade para a Petrobras poder se preocupar com a atenção principal dela", disse Pimenta em entrevista à Globonews .

A crise entre Prates e Silveira ocorre desde a formação do governo, mas piorou no mês passado.

O presidente da Petrobras tinha a intenção de distribuir 50% dos dividendos extraordinários aos acionistas, enquanto representantes do governo se posicionavam em favor de reter os valores em reservas.

Sobre a eventual saída de Prates do comando da petroleira, Pimenta ressaltou que o único pode responder à questão é o presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva. "Eu acho que qualquer afirmação que possa ser feita uma outra direção é muito mais especulação e chute do que propriamente baseada em elementos concretos e objetivos. Acho que é a melhor receita é ter cautela, tranquilidade e aguardar."