Bolsas

Câmbio

Está infeliz com seu trabalho? Veja 6 dicas para mudar de carreira

SÃO PAULO - Se você está insatisfeito com seu emprego atual, o fim de ano pode ser o melhor momento para dar uma guinada na carreira. Mas, antes de partir para a ação,  é preciso ter cuidado e planejamento, já que pular de galho em galho pode ser uma atitude malvista entre os recrutadores. 

"Às vezes, uma tarefa em específico pode causar o mal estar, o que não significa que a área de atuação toda esteja desconfortável", explica a consultora da empresa de recrutamento Luandre, Jéssica Soares.  Independente de onde o profissional queira chegar, é primordial saber passar por esse processo com muito cuidado e bem abastecido de informações.

Para aqueles que querem mudar de carreira no próximo ano, Soares listou algumas dicas para atingirem seus objetivos. Confira:

1 – Esteja certo do que quer
Antes de tomar a decisão, converse com a família ou com algum amigo. Também busque informações sobre outras áreas de interesse, amadureça a ideia e verifique se  não é apenas um mal estar momentâneo.

Para ter certeza de que o que lhe incomoda é a função, e não apenas uma tarefa da rotina, é importante prestar atenção aos detalhes e enxergar a situação fora do pico de estresse, de preferência com alguém que ajude a organizar as ideias.

2 – Descubra "a raiz do problema"
Avalie corretamente o nível e real motivo de desmotivação gerado com a função atual. O colaborador insatisfeito costuma ter uma queda de produtividade devido à desmotivação. Aquela função não lhe parece mais prazerosa como antes e isso gera abalos psicológicos como irritação, desatenção e muitas vezes até sintomas físicos como a fadiga.

3 – Primeiros passos
Uma vez descoberta a parte do trabalho em que não há mais satisfação, hora de procurar onde de fato encontrar prazer profissional. Daí, cursos, palestras, feiras, testes vocacionais e conversas com pessoas de áreas diferentes entram no processo. Para que a transformação seja bem sucedida, informe-se bem sobre o novo rumo que gostaria de dar à carreira, dificuldades, benefícios e rotina do segmento para o qual pretende se dirigir. Conversar com profissionais e empreendedores de confiança que já atuam nesse setor ainda desconhecido para o profissional que busca a migração.

4 – O novo Mercado
Pesquise sobre o mercado em que pretende atuar, o quão promissor está sendo visto por economistas, as principais empresas e a concorrência, entre outras questões.

5 – Refazendo o currículo
Se não há experiência na nova área, o que tem ou pode incluir no currículo e nos próprios potenciais que o diferenciem e valorizem para efetivar as demandas dessa nova área em relação aos concorrentes. Experiências anteriores que podem contribuir de certa maneira com as tarefas da nova função almejada não podem ficar de fora. Conhecimento de idiomas, por exemplo, podem se mostrar grandes trunfos.

6 – Mudanças internas
Se o problema é a função e não a empresa, fale com o gestor sobre a possibilidade de remanejamento. Em uma conversa franca, manifeste o seu interesse em mudar de área, expondo o seu ponto de vista sobre o que tem feito e as habilidades que julga ter para a área a qual pretende migrar.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos