Bolsas

Câmbio

Novo "orelhão" de Nova York agora tem uma internet absurdamente rápida

A cidade de Nova York deve receber 7.500 de seus novos orelhões - os chamados LinkNYC. Eles contarão com com entradas USB para você carregar seus celulares, mapas da cidade, acesso de emergência ao 911, a possibilidade de fazer vídeoconferências para outras partes dos Estados Unidos e um wi-fi muito, muito rápido. 

O Gizmodo foi testar o wi-fi e descobriu que a internet é de cerca de 436 megas para downloads e 360 para upload. Muito mais rápidas que a internet média do brasileiro: em São Paulo, paga-se R$ 80 por mês para uma internet de 35 megas para download através da Live Tim, ou cerca de R$ 200 por mês para uma internet de 100 megas com a Vivo Fibra (já com TV por assinatura). 

Ou seja, a internet gratuita de Nova York (que não representa a média dos Estados Unidos) é MUITO superior as pagas no Brasil. São muito superiores também ao que existe de graça na cidade: a Starbucks conta com uma internet de 7,5 megas (com 1 de upload) e no metrô o Gizmodo encontrou a velocidade de 45 megas de download e 47 de upload. 

E toda essa internet não está lá para que as pessoas assistam séries no Netflix em massa (embora o pessoal da LinkNYC diga que o sistema aguenta): a ideia deste wi-fi é para que as pessoas usem a internet para coisas que gastam pouca banda, como checar o e-mail, baixar um aplicativo de mapa para a cidade ou uma pequena ligação de Skype ou WhatsApp. 

Até julho, cerca de 500 novos pontos de wi-fi devem abrir na cidade. Será que isso vai mudar a dinâmica da vida do habitante de Nova York? Certamente o Starbucks perderá alguns daqueles clientes que passam horas sentados, só para usar a rede. 

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos