Bolsas

Câmbio

Afinal, houve Black Friday no Brasil? Levantamentos respondem a pergunta

SÃO PAULO – A Black Friday aconteceu nesta sexta-feira (25) no Brasil e registrou, segundo levantamento do ReclameAQUI, quase 3 mil reclamações no site. Em comparação ao saldo de 2015, o número foi um terço menor: foram computadas 4,4 mil reclamações no ano passado.

O monitoramento foi feito entre às 18h da quinta-feira (24) até a meia noite do sábado (26). Apesar do número de reclamações ter diminuído, dos descontos não foram encontro à expectativa do consumidor: enquanto este esperava descontos de 50% a 60%, as lojas ofereceram uma média entre 0s 20% e 30%.

Tal como em 2015, a empresa que recebeu mais reclamações foi a de e-commerce KaBum, com 588 queixas. O e-commerce das Lojas Americanas ficou em segundo lugar, com 249, e o Submarino com 149 em terceiro.

Entre os principais motivos estão as propagandas enganosas, divergência de valores, problemas na finalização da compra e produto indisponível. Neste ano, entretanto, a "maquiagem do preço", principal reclamação nos anos anteriores, ficou em sexto lugar.

Número de ofertas dobrou
Segundo um levantamento realizado pelo portal comparador de preços Zoom, foram identificados 207 mil produtos com desconto durante a Black Friday. Em 2015, foram 105 mil ofertas identificadas.

"Observamos que o varejo online se organizou muito melhor para o evento esse ano, diante da consolidação da Black Friday no Brasil. Vimos um preparo das lojas para aumentar a quantidade de ofertas e melhorias também na operação delas, pois a maioria dos sites não apresentou instabilidade devido ao aumento expressivo do tráfego", comentou Thiago Flores, diretor executivo do Zoom.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos