PUBLICIDADE
IPCA
+0,83 Mai.2021
Topo

Oi tem disputa entre acionistas e diretoria para venda de ativos, diz Valor

18/09/2019 09h21

Além das sérias dificuldades de caixa, lutando para sobreviver em meio ao longo processo de recuperação judicial, a Oi (SA:OIBR3)enfrenta também problemas causados por divergências entre seus principais acionistas e a direção da companhia. A gestora GoldenTree Asset Management, que é a maior acionista da tele, revelou ontem que pediu mais uma vez ao Conselho de Administração a troca do presidente da operadora, Eurico Teles.

De acordo com a edição desta quarta-feira do Valor, a disputa entre Teles e os acionistas tem sido um dos principais problemas para que a Oi (SA:OIBR4) encontre alternativas para levantar recursos no curto e médio prazos. A publicação informa que membros do Conselho da Oi se reuniram o presidente do colegiado da Telefônica (SA:VIVT4) (Vivo) para tratar da venda da operação móvel da tele em São Paulo.

O jornal diz que Teles resiste à essa possibilidade, mesmo diante de conversas também com a TIM (SA:TIMP3). As negociações com a Telefônica (SA:VIVT4) não chegaram a virar proposta formal. No início da semana, a imprensa espanhola informou que a companhia contratou o Morgan Stanley (NYSE:MS) para auxiliar na aquisição de ativos da Oi (SA:OIBR4).

Apesar disso, a Telefônica (SA:VIVT4) negou a informação e a Oi (SA:OIBR4) declarou não ter conhecimento do assunto. Além disso, o Valor apurou que o banco de investimento não foi oficialmente contratado para discutir a questão.

Ontem, o site SUNO Notícias, da casa de análises Suno Reserarch, informou com exclusividade que a China Mobile, maior operadora móvel do mundo, pediu informações para a Anatel sobre as regras para operação no Brasil, mostrando um possível interesse na aquisição na Oi (SA:OIBR4).