'Superação da crise e futuro do Brasil' é tema de debate no 15º FÓRUM EMPRESARIAL LIDE

15º FÓRUM EMPRESARIAL

Os dados abaixo são de responsabilidade das empresas envolvidas e não são produto jornalístico do UOL

FOZ DO IGUAÇU, Brasil, 22 de abril de 2016 /PRNewswire/ -- Com exposições do presidente da Riachuelo, Flávio Rocha, da presidente da Microsoft Brasil, Paula Bellizia, e do presidente da CPFL, Wilson Ferreira, o 15º Fórum Empresarial discutiu nesta sexta-feira (22) as iniciativas empresariais para superar a crise e dar novos rumos ao País. Promovido pelo LIDE – Grupo de Líderes Empresariais,o evento reúne 355 CEOs, autoridades políticas e personalidades entre 21 e 24 de abril, no Hotel Wish, em Foz de Iguaçu (PR).   

 

Legenda: Presidente da Microsoft Brasil, Paula Bellizia, durante o 15º Fórum Empresarial, promovido pelo LIDE – crédito: Gustavo Rampini

*galeria de fotos acesse (Crédito: Gustavo Rampini):  http://bit.ly/1Syp7EW

Rocha condenou "o peso insuportável da carruagem estatal" na carga tributária, o excessivo número de causas trabalhistas e a atual administração no Planalto. "A esquerda coloca ricos contra pobres, o Sudeste contra o Nordeste. A lógica do atual governo é colocar faísca na gasolina. Temos de superar essa desconfiança e transformar esses conflitos em convergência, consolidando a forma que deu certo em todo o mundo: democracia somada a livre mercado", afirmou.

A presidente da Microsoft Brasil lembrou a pesquisa "The 2015 IMD World Competitiveness Scoreboard", que coloca o Brasil no 56º lugar no ranking mundial da competitividade, num universo de 61 nações. Para ela, a solução para sair da crise passa pelo apoio ao empreendedorismo. Segundo a executiva, a Microsoft Brasil quer contribuir por meio da doação de softwares e apoio às pequenas e médias empresas (PMEs), responsáveis por 52% dos empregos e 27% do PIB brasileiro.

Já Ferreira elencou como propostas para a superação da crise a criação de uma agenda positiva na área de infraestrutura para alavancar investimentos; a ampliação do modelo de concessões de serviços de infraestrutura para a iniciativa privada; a garantia de um ambiente regulatório estável e segurança jurídica dos contratos, deixando pouca margem para arbítrios futuros; e o aumento da participação do mercado de capitais brasileiro no financiamento às obras de infraestrutura, como debêntures de infraestrutura incentivada.

"O respeito à legalidade e a inspiração das leis que o Brasil deve seguir; a superação da letargia causada pela inépcia da atual administração federal; a importância da coalização sem negociação de cargos e espaços; a valorização da eficiência e da transparência não só do setor privado, mas também público; a redução do tamanho do Estado e a sua descentralização; a melhoria da educação e o reconhecimento do valor da tecnologia; e a conciliação do povo brasileiro, superando as divisões político-partidárias e ideológicas são os legados deste 15º Fórum Empresarial à toda a Nação", disse João Doria, presidente do Comitê Executivo do LIDE, responsável pela moderação do Seminário.

Contato:

Rose Rocha e Éder Rezende

rose-rocha@cdn.com.br / (11) 3643 2952

eder.rezende@cdn.com.br/ (11) 3643-2909

FONTE 15º FÓRUM EMPRESARIAL

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos