Bolsas

Câmbio

GOL divulga resultado do primeiro trimestre de 2016

GOL Linhas Aereas Inteligentes S.A.

Os dados abaixo são de responsabilidade das empresas envolvidas e não são produto jornalístico do UOL

SÃO PAULO, 12 de maio de 2016 /PRNewswire/ -- A GOL Linhas Aéreas Inteligentes SA (BM & FBOVESPA: GOLL4 e NYSE: GOL), (S&P: CC, Fitch: C e Moody: Caa3), a maior Companhia aérea de baixo custo e melhor tarifa da América Latina, anuncia o resultado consolidado do primeiro trimestre de 2016. Todas as informações são apresentadas em IFRS, em Reais (R$) e as comparações referem-se ao primeiro trimestre de 2015, exceto quando especificado de outra forma.

Destaques do trimestre

A capacidade da GOL nos mercados brasileiro e internacional teve uma queda de 4,0% e de 18,5%, respectivamente, resultando em uma redução do sistema total da GOL em 5,9%, no primeiro trimestre de 2016, quando comparado ao mesmo período de 2015. No mesmo período, a demanda pelos assentos da Companhia no mercado doméstico recuou 5,9% e, no internacional, 12,0%. No sistema total da GOL, a redução foi de 6,6%. No 1T16, a taxa de ocupação total foi reduzida em 0,6 pontos percentuais, atingindo 77,5%. No mercado doméstico, a retração foi de 1,6 pontos porcentuais, para 77,3%, e, no mercado internacional a taxa de ocupação foi de 78,4%, uma evolução de 5,8 pontos percentuais frente ao mesmo período de 2015. A Companhia registrou receita líquida de R$2,7 bilhões no 1T16, um aumento de 8,3% na comparação anual. A receita líquida para os últimos doze meses foi de R$10 bilhões. As receitas auxiliares e de cargas recuaram 1,3% no 1T16, para R$274,2 milhões, representando 10,1% da receita líquida total. As receitas auxiliares e de cargas dos últimos 12 meses somaram R$1,2 bilhão. Com a desvalorização de 36,0% do Real frente ao Dólar médio do período, na comparação anual, o CASK, excluindo gastos com combustível e eventos não recorrentes, registrou no primeiro trimestre um aumento de 16.9% no 1T16. O resultado operacional recorrente (EBIT) no 1T16 foi de R$224,6 milhões, com margem de 8,3%. Excluindo os eventos não recorrentes, o EBITDAR foi de R$663,2 milhões no trimestre, com margem de 24,4%.  O ganho não recorrente com o retorno de aeronaves em arrendamento financeiro e os ganhos com operações de sale leaseback geraram um lucro de R$212,6 milhões. A valorização do real com relação ao dólar norte-americano e o evento não recorrente foram de R$653,5 milhões e de R$212,6 milhões, respectivamente. Excluindo as variações cambiais e o evento não recorrente, o prejuízo líquido da GOL, antes dos impostos, foi de R$42,7 milhões. O lucro líquido do trimestre foi de R$757,1 milhões. A Companhia encerrou o trimestre com uma posição de caixa de R$1.815,1 milhão, uma queda de 21,1% na comparação com 31 de dezembro de 2015, representando 18,2% da receita líquida dos últimos doze meses (UDM). O caixa-livre ficou em R$658,4 milhões (6,6% da receita líquida UDM), desconsiderados o montante detido pelo Smiles e o caixa restrito. A alavancagem financeira (dívida bruta ajustada/EBITDAR) encerrou o trimestre em 9,4x, frente aos 7,3x apurados no primeiro trimestre de 2015 – este indicador foi afetado pela depreciação do real em 10,9% na comparação anual. Além da redução anunciada anteriormente no número de decolagens, entre 15 e 18% no ano, em maio de 2016 a GOL lançou uma nova malha área, mais eficiente. Este redesenho gerou partidas adicionais de Congonhas para as regiões Norte e Nordeste e para as cidades de Maringá, Londrina e Presidente Prudente, além de novos trechos de capitais do Nordeste para Buenos Aires. Houve também a suspensão de oito destinos operados pela GOL. As três principais agências avaliadoras de crédito revisaram os ratings (notas) de crédito da GOL. A Fitch alterou a nota de 'CCC' para 'C', a Moodys de 'Caa1' para 'Caa3' e a Standard & Poors alterou de 'CCC- ' para 'CC'. No início de maio de 2016, a GOL anunciou a troca dos bônus de sua emissão em circulação no exterior, em continuidade ao plano de reestruturação, que foi iniciado em 2015. Os títulos sem garantia em poder de investidores atualmente totalizam US$781,4 milhões e poderão ser substituídos por caixa mais outros bônus com garantia e a um prêmio em relação à cotação atual de mercado. Para mais informações visite: www.voegol.com.br/ri  

CONTATOS:

RELAÇÕES COM INVESTIDORES

Tel.: +55 (11) 2128-4700

E-mail: ri@voegol.com.br

COMUNICAÇÃO CORPORATIVA

Tel.: +55 (11) 2128-4183

E-mail: comcorp@voegol.com.br

FONTE GOL Linhas Aereas Inteligentes S.A.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos