Bolsas

Câmbio

Nova opção de tratamento da Novartis para DPOC reduz o número de crises e melhora a função pulmonar

Novartis

Os dados abaixo são de responsabilidade das empresas envolvidas e não são produto jornalístico do UOL

SÃO PAULO, 28 de junho de 2016 /PRNewswire/ -- A Novartis anuncia a publicação do estudo FLAME no New England Journal of Medicine, pesquisa que compara a eficácia de Ultibro® (indacaterol / brometo de glicopirrônio), nova terapia recentemente aprovada no Brasil, com o atual padrão de tratamento para pacientes com Doença Pulmonar Crônica Obstrutiva (DPOC)1. Os resultados demonstram que Ultibro®, medicamento que faz parte de uma classe terapêutica que combina broncodilatadores, é mais eficaz na redução de exacerbações (crises), além de prolongar o tempo de intervalo entre as crises quando comparado com a combinação salmeterol e fluticasona1.

A prevenção das exacerbações é um dos principais objetivos dos tratamentos de longa duração para pacientes com DPOC, já que elas têm um efeito negativo sobre a qualidade de vida e progressão da doença2, promovendo a diminuição da função pulmonar3,4 e, em casos graves, gerando hospitalização5 e até mesmo a morte2..  A doença será a terceira maior causa de morte no mundo até 20206,7 e no Brasil, na última década, foi a quinta maior causa de internação no SUS entre os maiores de 40 anos com cerca de 200 mil hospitalizações por ano.8

"Reduzir as exacerbações é absolutamente fundamental para melhorar os resultados e qualidade de vida de pacientes", sustenta Dr. José Jardim, Pneumologista e Professor-Livre Docente da Escola Paulista de Medicina da UNIFESP. "A terapia combinada de broncodilatadores já é considerada o melhor tratamento disponível para boa parte dos pacientes com DPOC, principalmente, devido à redução do número de crises e por facilitar a aderência ao tratamento".

Os broncodilatadores são a base do tratamento para DPOC e são divididos nas classes LABA e LAMA, a primeira responsável por "abrir" o brônquio para que o paciente respire melhor, enquanto a segunda por mantê-los abertos garantindo a passagem do ar aos pulmões9,10.  Atualmente, essas classes de medicamento são disponibilizadas separadamente, as chamadas de monoterapia.  Ultibro® (indacaterol / brometo de glicopirrônio) é uma terapia combinada que une os dois tipos de broncodilatadores11.

A doença pulmonar obstrutiva crônica é pouco conhecida, mas já acomete cinco milhões de pessoas apenas no Brasil.13 Apesar disso, estima-se que 70% dos pacientes permanecem não diagnosticados12

Para mais informações: http://dpoc.novartis.com.br/

Sobre a Novartis

A Novartis oferece soluções inovadoras de cuidados com a saúde que atendem necessidades em constante mudança dos pacientes e da população. Com sede em Basileia, na Suíça, a Novartis oferece um diversificado portfólio para atender estas demandas: medicamentos inovadores, cuidados com os olhos e medicamentos genéricos. Novartis é a única empresa global com posições de liderança nessas áreas. Em 2015, as operações do Grupo atingiram vendas líquidas de US$ 49,4 bilhões, enquanto cerca de US$ 8,9 bilhões foram investidos em pesquisa e desenvolvimento. As empresas do Grupo Novartis empregam aproximadamente 118.000 colaboradores e seus produtos estão presentes em mais de 180 países ao redor do mundo. www.novartis.com.br

Contato:

Bárbara Toledo

S2Publicom (agência externa)

(11) 3531-4955

barbara.toledo@s2publicom.com.br

 Referências

1. Wedzicha JA, Banerji D, Chapman KR, et al. Indacaterol/Glycopyrronium Versus Salmeterol/Fluticasone for COPD Exacerbations. N Engl J Med. 2016;374(23):2222-34.

2. Soler-Cataluña JJ, Martinez-Garcia MA, Sanchez PR, et al. Severe acute exacerbations and mortality in patients with chronic obstructive pulmonary disease. Thorax. 2005 Nov;60(11):925-31.

3. Donaldson GC, Seemungal TA, Bhowmik A, et al. Relationship between exacerbation frequency and lung function decline in chronic obstructive pulmonary disease. Thorax. 2002 Oct;57(10):847-52.

4. Vestbo J, Edwards LD, Scanlon PD, et al.Changes forced expiratory volume in 1 second over time in COPD. N Engl J Med. 2011 Sep 29;365(13):1184-92.

5. Müllerova H, Maselli DJ, Locantore N, et al.Hospitalized exacerbations of COPD: risk factors and outcomes in the ECLIPSE cohort. Chest. 2015 Apr;147(4):999-1007.

6. Murray CJ, Lopez AD. Alternative projections of mortality and disability by cause 1990-2020: Global burden of disease study. Lancet. 1997 May 24;349(9064):1498-504.

7. Global Initiative for Chronic Obstructive Lung Disease (GOLD). Global Strategy for  Diagnosis, Management, and Prevention of Chronic Obstructive Pulmonary Disease. Revised 2016. Disponível em: http://www.goldcopd.org/guidelines-global-strategy-for-diagnosis-management.html

8. Ministério da Saúde – DATASUS. Disponível em: http://www2.datasus.gov.br/DATASUS/index.php?area=0203 . Acessado: 13 de junho de 2016

9. Cazzola M, Molimard M. The scientific rationale for combining long-acting beta2-agonists and muscarinic antagonists in COPD. PulmPharmacolTher. 2010 Aug;23(4):257-67.

10. Cohen JS, Miles MC, Donohue JF, et al. Dual therapy strategies for COPD: the scientific rationale for LAMA + LABA. Int J Chron Obstruct Pulmon Dis. 2016 Apr 15;11:785-97.

11. Bula Ultibro®, Novartis, 2016. Aprovada pela ANVISA em 28/03/2016.

12. Sociedade Brasileira de Pneumologia e Tisiologia (SBPT). II Consenso Brasileiro sobre Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica-DPOC. J Bras Pneumol,. 2005;30(5).

13. Moreira GL, Manzano BM, Gazzotti MR, et al. PLATINO, estudo de seguimento de nove anos sobre DPOC na cidade de São Paulo: o problema do subdiagnóstico. J Bras Pneumol. 2013;40(1):30-37

FONTE Novartis

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos