Bolsas

Câmbio

Pioneiros da biotecnologia, Bruce Rittmann e Mark van Loosdrecht ganham o "2018 Stockholm Water Prize"

Stockholm International Water Institute (SIWI)

Os dados abaixo são de responsabilidade das empresas envolvidas e não são produto jornalístico do UOL

ESTOCOLMO, 22 de março de 2018 /PRNewswire/ -- Os professores Bruce Rittmann e Mark van Loosdrecht foram nomeados para a premiação do "2018 Stockholm Water Prize" (Prêmio da Água de Estocolmo de 2018), por revolucionarem o tratamento da água e das águas servidas.

Os professores Mark van Loosdrecht e Bruce Rittmann são amplamente reconhecidos como líderes no campo dos processos baseados na biotecnologia ambiental para o tratamento da água. Suas pesquisas e inovações pioneiras levaram a uma nova geração de processos de tratamento da água eficientes energeticamente, que podem efetivamente extrair nutrientes e outros produtos químicos -- todos valiosos e prejudiciais -- das águas servidas.

Mark van Loosdrecht é professor de biotecnologia ambiental na Universidade de Tecnologia de Delft, Holanda. Bruce Rittmann é professor regente de engenharia ambiental e diretor do Centro Swette de Biodesign para Biotecnologia Ambiental do Instituto de Biodesign, da Universidade Estadual do Arizona, EUA.

Ao receber a notícia sobre o prêmio, o professor van Loosdrecht disse: "Estou contente e muito satisfeito! Esse prêmio é um reconhecimento não apenas de nosso trabalho, mas também das contribuições que a engenharia microbiológica pode dar ao setor da água".

Em sua menção, o Comitê de Nomeação do Prêmio da Água de Estocolmo reconhece os professores Rittmann e van Loosdrecht pelo "pioneirismo e liderança no desenvolvimento de processos baseados em biotecnologia ambiental para o tratamento da água e das águas servidas. Eles revolucionaram o tratamento da água para ser bebida com segurança e refinaram a purificação de águas poluídas para disponibilização ou reutilização, ao mesmo tempo que minimizaram a pegada energética".

As pesquisas dos professores levaram a novos processos de tratamento de águas servidas, atualmente sendo usados em todo o mundo. "Tradicionalmente, só pensávamos sobre poluentes como algo que precisava ser descartado. Mas agora começamos a vê-los como recursos potenciais que apenas estão no lugar errado', disse o professor Rittmann.

"Juntos, os professores Rittmann e van Loosdrecht estão liderando, iluminando e mostrando o caminho à frente, em um dos mais desafiadores empreendimentos humanos do planeta -- o de fornecer água limpa e segura a humanos, à indústria e a ecossistemas", disse o diretor-executivo da SIWI Torgny Holmgren.

A princesa herdeira Victoria da Suécia irá entregar o prêmio aos professores Rittmann e van Loosdrecht em nome de sua majestade o Rei Carl XVI Gustaf da Suécia, patrono do "Stockholm Water Prize", em uma cerimônia real de premiação em 29 de agosto, durante a Semana Mundial da Água em Estocolmo.

Nota aos editores:

Para mais informações sobre a premiação:  http://www.siwi.org/swp2018

Facebook:  https://www.facebook.com/SIWIwater

Twitter:  https://twitter.com/siwi_water  hashtag: #SWP2018

Dados para contato: Rowena Barber, da SIWI, +46-812-136-039,

rowena.barber@siwi.org .

FONTE Stockholm International Water Institute (SIWI)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos