PUBLICIDADE
IPCA
0,24 Ago.2020
Topo

Bilionários

Bill Gates passa Slim e é mais rico do mundo em ranking da Bloomberg

O magnata das telecomunicações Carlos Slim (atrás, à esq.) e o confundador da Microsoft Bill Gates - José Méndez/Efe
O magnata das telecomunicações Carlos Slim (atrás, à esq.) e o confundador da Microsoft Bill Gates Imagem: José Méndez/Efe

Do UOL, em São Paulo

16/05/2013 17h48Atualizada em 16/05/2013 17h54

O cofundador da Microsoft Bill Gates tornou-se a pessoa mais rico do mundo na tarde desta quinta-feira (16), segundo o ranking diário da agência de notícias econômicas Bloomberg.

É a primeira vez que o norte-americano alcança o topo da lista desde 2007.

Sua fortuna era estimada em US$ 72,7 bilhões por volta das 16h de Nova York (17h de Brasília), de acordo com o Índice de Bilionários da Bloomberg.

Naquele momento, Gates apareceu US$ 550 milhões à frente do magnata mexicano Carlos Slim, cuja fortuna era avaliada em US$ 72,1 bilhões.

A fortuna de Gates avançou cerca de US$ 10 bilhões neste ano, segundo a Bloomberg, com a alta das ações da Microsoft na Bolsa.

Já Slim perdeu mais de US$ 2 bilhões, segundo a agência, desde que o Congresso do México aprovou uma reforma no mercado de telecomunicações no país. 

Por que as fortunas variam tanto?

Os rankings de bilionários calculam a fortuna dos empresários com base na participação que eles têm em empresas listadas nas Bolsas de Valores. Como as ações variam diariamente, o mesmo acontece com as fortunas.

A lista de bilionários da agência de notícias Bloomberg, por exemplo, é atualizada diariamente de acordo com as oscilações das Bolsas de Valores. Por isso, os bambambãs podem mudar de posição no ranking dia a dia.

Já o ranking da revista Forbes é atualizado apenas uma vez por ano, normalmente em março.

Para Forbes, Slim é o nº 1

No ranking da revista "Forbes", divulgado uma vez por ano (o último foi em março deste ano), Carlos Slim aparece como o mais rico do mundo, com fortuna estimada em US$ 73 bilhões. 

Gates aparece em segundo lugar, com fortuna estimada pela "Forbes" em US$ 67 bilhões.

Bilionários