IPCA
0.11 Ago.2019
Topo

Em 2013, Dilma anunciou luz mais barata; hoje diz que é preciso pagar mais

Do UOL, em São Paulo

11/08/2015 13h40Atualizada em 11/08/2015 14h23

A disparada nas contas de energia elétrica foi tema de discurso e entrevista da presidente Dilma Rousseff nesta terça-feira (11). Em evento sobre investimento no setor, ela disse que "entre faltar energia e ter energia, é melhor pagar um pouco mais para ter energia".

Em janeiro de 2013, Dilma anunciou redução do valor da conta de luz. Em pronunciamento em cadeia nacional de rádio e TV em 2013, ela disse: "A partir de agora, a conta de luz das famílias brasileiras vai ficar 18% mais barata."

Agora, em agosto de 2015, o discurso é outro: "É verdade, sem sombra de dúvida, que as contas aumentaram, e por isso nós lastimamos. Também é verdade que, se a gente não tivesse promovido a redução das tarifas em 18% para as residências e em 32% para as indústras, lá em 2013, as contas de luz hoje estariam muito mais altas"

Em entrevista após o pronunciamento, a presidente disse que é melhor a população pagar mais para garantir o abastecimento. "Entre faltar energia e ter energia, é melhor pagar um pouco mais para ter energia. Porque o preço da falta de energia é imenso."

O governo federal anunciou nesta terça um pacote de investimentos de R$ 116 bilhões em geração e R$ 70 bilhões em transmissão de energia elétrica até o final de 2018. O anúncio do chamado Plano de Investimento em Energia Elétrica (PIEE) foi feito pelo ministro de Minas e Energia, Eduardo Braga, em cerimônia no Palácio do Planalto.

Mais Economia