Bolsas

Câmbio

Ouça o Giro UOL Economia com os destaques desta quarta, 20 de janeiro

Do UOL, em São Paulo

Mercado financeiro

Depois de leve alta ontem, a Bovespa registrou hoje queda de 1,08%, com 37.645,48 pontos. Com isso, o índice volta ao menor nível de fechamento desde 9 de março de 2009.

O desempenho negativo da Petrobras pelo quarto dia seguido, ajudou a puxar o índice para baixo. As ações da estatal (PETR4) caíram 4,94%, vendidas a R$ 4,43. O resultado é influenciado pela queda nos preços do petróleo no mercado internacional.

No mercado de câmbio, o dólar teve a segunda alta seguida, subindo 1,24%, cotado a R$ 4,105. É o maior valor de fechamento da moeda desde 28 de setembro.

Leia mais



Lula opina

O ex-presidente Lula disse que o governo terá de fazer mudanças para justificar a saída de Joaquim Levy do Ministério da Fazenda. Segundo ele, a presidente Dilma precisa ter como obsessão a retomada do crescimento, o controle da inflação e a geração de emprego.

Lula ainda defendeu que o governo faça mudanças tributárias e também a reforma da Previdência, desde que sejam conversadas com empresários e trabalhadores. O governo pretende apresentar ainda este ano propostas de mudanças nas duas áreas.

Leia mais



Entrada de dólares

O fluxo cambial no Brasil ficou positivo em US$ 269 milhões na semana passada. O resultado veio com a saída de US$ 387 milhões e de uma entrada de US$ 656 milhões no país. Os dados foram divulgados pelo Banco Central.

No mês de janeiro, o fluxo cambial está negativo em US$ 843 milhões.

Leia mais



Aluguel em queda

O valor médio dos novos aluguéis residenciais na cidade de São Paulo voltou cair em dezembro. O recuo foi de 0,2% no mês e de 2,5% no total de 2015. Os dados são do Secovi-SP, o sindicato do setor imobiliário.

O IGP-M foi de 10,5% nesse mesmo período. Esse índice é usado como referência para a maior parte dos contratos de aluguel.

Leia mais



Recalls

O número de recalls realizados no Brasil mais que triplicou em uma década, segundo relatório do Ministério da Justiça.

Em 2015, foram 130 chamados para reparos em veículos, contra 39 em 2005.
 
Os automóveis responderam por 68% dos recalls. As motocicletas aparecem em segundo lugar, com 18%.

Leia mais



Emergentes em apuros

Os mercados emergentes registraram fuga de capital de US$ 735 bilhões em 2015, contra US$ 111 bilhões em 2014. A expectativa é que em 2016 esse deficit fique em US$ 448 bilhões.

As previsões são do Instituto de Finanças Internacionais, que aponta a China como principal fator para as perdas do ano passado. O país teve uma fuga de US$ 676 bilhões em 2015.

Leia mais




Trabalhos em risco

A Organização Internacional do Trabalho estima que o número de desempregados no mundo vai crescer neste ano. Em 2016, 2,3 milhões de pessoas devem ficar sem trabalho. No ano que vem, mais 1,1 milhão de pessoas devem se juntar à fila do desemprego.

No Brasil, a OIT prevê que 700 mil pessoas vão perder o emprego em 2016.  Para a entidade, a desaceleração econômica global de 2015 vai impactar os mercados de trabalho neste ano, em especial os de países emergentes.

Leia mais



Agenda

O Conselho do Banco Central Europeu se reúne amanhã para definir a política monetária e as taxas de juros para a região.

Já a FGV divulga estimativas do PIB de 2015.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos