Bolsas

Câmbio

Ouça o Giro UOL Economia com os destaques desta segunda, 22 de fevereiro

Alexander Vestri

Do UOL, em São Paulo

Mercado financeiro

As ações da Petrobras dispararam mais de 16% e as da Vale saltaram 11%, puxando a segunda alta seguida da Bolsa. O índice Ibovespa subiu 4,07%, e fechou com 43.234,86 pontos. É o maior nível de fechamento desde 30 de dezembro do ano passado.

No mercado de câmbio, o dólar teve a segunda queda seguida e voltou a ficar abaixo de R$ 4. A moeda norte-americana caiu 1,81%, cotada a R$ 3,95.

Leia mais
 


Queda nas expectativas

Economistas pioraram as estimativas para o PIB e para a inflação em 2016, de acordo com o Boletim Focus, do Banco Central.

Os analistas projetaram encolhimento de 3,4% da economia neste ano. Na semana passada, a projeção era de uma queda de 3,33% do PIB.

Para a inflação oficial, medida pelo IPCA, a previsão subiu levemente, de 7,61% para 7,62%. Esse resultado ficaria acima do limite máximo da meta do governo, que é de 6,5%.

Leia mais



Brasil e o FMI

O Brasil vai subir quatro posições e passará a ser o 10º maior cotista do FMI, informou o Banco Central. Isso deve acontecer depois de uma revisão nas cotas da entidade. Com isso, o Brasil terá uma participação maior no fundo internacional, passando de 1,78% para 2,32%.

Quatro países emergentes estarão pela primeira vez entre os dez maiores cotistas do FMI: Brasil, Rússia, Índia e China. Esses países terão juntos 14,2% em cotas, ou 13,5% em poder de voto.

Leia mais



Acerto com o fisco

E é hora mais uma vez de acertar as contas com o leão. A Receita Federal vai liberar os programas de preenchimento e envio da declaração do Imposto de Renda de 2016 nesta quinta-feira, dia 25, a partir das 8h.

Mas atenção, porque mesmo com os programas, a declaração só vai poder ser enviada a partir de 1º de março. Até lá, o sistema da Receita não vai aceitar o envio do documento. O prazo final de entrega da declaração do IR 2016 é em 29 de abril.

Leia mais

 

Herança e doações na mira do leão

E falando em tributação, a Secretaria da Fazenda de São Paulo vem apertando cada vez mais o cerco a quem deve imposto sobre heranças e doações. Em 2015 a arrecadação com esse imposto cresceu 39% em relação ao ano anterior.

Esse esforço de fiscalização é atribuído por alguns advogados à tentativa de compensar a queda de receitas do governo com a crise. No ano passado, a cobrança do tributo gerou R$ 2,4 bilhões em arrecadação para o Estado, uma alta de 73% desde 2013.

Leia mais

 

Crise?

Praticamente 4 em cada 10 brasileiros têm o próprio negócio ou estão envolvidos com a criação da própria empresa. É o que mostra pesquisa patrocinada pelo Sebrae.

De acordo com o estudo, a taxa de empreendedorismo no país foi de 39,3% em 2015, o maior índice dos últimos 14 anos, e quase o dobro do registrado em 2002, quando era de 20,9%.

Além disso, 56% dos empreendedores que estão criando ou já abriram uma empresa identificaram uma oportunidade.
 
Leia mais



Agenda

Amanhã vai ser divulgado o PIB da Alemanha referente ao quarto trimestre do ano passado.

Já o IBGE divulga o IPCA-15 referente a fevereiro. O índice é considerado uma prévia da inflação oficial.
 

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos