Entre 2.043 bilionários, só 10 são negros, incluindo Oprah e Michael Jordan

Colaboração para o UOL, em São Paulo

  • Darron Cummings/Getty Images/Denis Balibouse

    Da esquerda para a direita: Michael Jordan, Oprah Winfrey e Aliko Dangote

    Da esquerda para a direita: Michael Jordan, Oprah Winfrey e Aliko Dangote

No mundo todo, 2.043 pessoas têm mais de US$ 1 bilhão, segundo o ranking deste ano da revista "Forbes". Desse total, apenas dez são negros --isso representa 0,49%. Desses dez, sete são homens e só três, mulheres.

No ano passado a lista de bilionários da Forbes tinha 12 negros. Deixaram o seleto grupo dois nigerianos: o magnata do petróleo Femi Otedola, prejudicado pela queda das ações da sua companhia de óleo (a Forte Oil), e o magnata do cimento Abdulsamad Rabiu, que sofreu com a desvalorização da moeda nigeriana.

Conheça os dez negros mais ricos do mundo, segundo a "Forbes":

1. Aliko Dangote

Denis Balibouse/Reuters

Com uma fortuna de US$ 12,2 bilhões, Aliko Dangote não só é o negro mais rico do mundo, mas também o homem mais rico da África. Sua empresa, a Dangote Cement, é a maior produtora de cimento do continente africano, com operações em vários países.

2. Mohammed Al-Amoudi

Divulgação

Mohammed Al-Amoudi é um dos homens mais ricos do mundo árabe, com patrimônio avaliado em US$ 8,4 bilhões. Sua empresa, a Midroc Ethiopia Technology Investment Group, investe há muitos anos em mineração de ouro, produção de couro, transporte e construção na Etiópia. Possui também refinarias de petróleo no Marrocos e Suécia, além de campos de petróleo na África Ocidental.

3. Mike Adenuga

Facebook/Divulgação

O nigeriano Mike Adenuga construiu sua fortuna de US$ 6,1 bilhões com exploração de petróleo e telecomunicações móveis na África. Ele é também considerado um dos maiores proprietários de imóveis residenciais e comerciais em Gana, onde também atua sua empresa de telecomunicações móveis, a Globacom, segunda maior da Nigéria.

4. Isabel dos Santos

Divulgação

Como mulher mais rica da África, a angolana Isabel dos Santos, 44, acumula uma fortuna de US$ 3,1 bilhões. Sua renda é alimentada por uma significativa participação na Unitel, maior rede de telefonia móvel da Angola, e também no banco BIC. Além disso, tem cerca de 6% da empresa de petróleo e gás Galp Energia e quase 19% do Banco BPI, o quarto maior do país.

É também acionista da empresa portuguesa de TV a cabo e telecomunicações NOS SGPS. Isabel se formou em Engenharia em Cambridge, na Inglaterra, e começou a carreira em 1997, quando abriu um restaurante em Luanda (capital de Angola), chamado Miami Beach.

5. Oprah Winfrey

REUTERS/Mario Anzuoni

Mundialmente conhecida, a ex-apresentadora de TV americana Oprah Winfrey é hoje considerada a afro-americana mais rica do mundo, com um patrimônio estimado em US$ 3 bilhões. Ela é dona de seu próprio canal de TV a cabo, o OWN (Oprah Winfrey Network), que passou por um período de dificuldades, mas agora se recupera.

6. Robert Smith

Divulgação

O norte-americano Robert Smith tem fortuna de US$ 2,5 bilhões. O patrimônio foi construído com a Vista Equity Partners, empresa de private equity (tipo de fundo que compra participações em empresas) que fundou em Austin, no Texas (EUA). A companhia é conhecida por comprar participação em empresas iniciantes ou com problemas financeiros e vendê-las por um preço maior. Porém, Smith é mais conhecido por ter se casado com Hope Dworaczyk, coelhinha do ano de 2010 da revista "Playboy" americana.

7. Patrice Motsepe

Divulgação

Acumulou US$ 1,81 bilhão com mineração, com sua empresa African Rainbow Minerals, e tornou-se o primeiro bilionário negro da África do Sul. Agora, ele pretende investir em private equity. No ano passado, sua nova empresa, a African Rainbow Capital, fez uma série de investimentos em empresas líderes de serviços financeiros no país. Fã de futebol, ele também é presidente e dono do time Mamelodi Sundowns Football Club.

8. Folorunsho Alakija

Divulgação

Hoje considerada a única mulher bilionária da Nigéria, Folorunsho Alakija começou sua carreira como secretária em um banco mercantil no país, na década de 70, antes de ir estudar moda na Inglaterra. Na volta à terra natal, fundou uma grife de luxo que atendia a primeira-dama. Depois, fundou a Famfa Oil, empresa de petróleo com participação em um lucrativo campo de exploração no país. Segundo a "Forbes", seu patrimônio é estimado em US$ 1,61 bilhão.

9. Michael Jordan

AP Photo/Chuck Burton

O ex-jogador de basquete norte-americano parece gostar tanto de negócios quanto de fazer cestas. Air Jordan, como foi apelidado, tem US$ 1,31 bilhão no bolso --a maior parte proveniente das vendas da sua marca de acessórios esportivos "Jordan", em parceria com a Nike. Ele também é o maior acionista do time de basquete Charlotte Bobcats e tem contratos com marcas famosas.

10. Mohammed Ibrahim

Carl Court/AFP Photo

O britânico Mohammed Ibrahim começou a acumular seu patrimônio de US$ 1,14 bilhão como fundador da Celtel, companhia de telefonia móvel africana, vendida posteriormente para a MTC, do Kuait, por US$ 3,4 bilhões, em 2005. Agora ele mantém a Satya Capital, uma empresa de private equity (que investe em outras empresas) focada na África.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos