PUBLICIDADE
IPCA
0,64 Set.2020
Topo

Banco Central anuncia medida para injetar dólar no mercado

Getty Images via BBC
Imagem: Getty Images via BBC

João José Oliveira

do UOL, em São Paulo

18/03/2020 10h04

Resumo da notícia

  • Banco Central vai recomprar títulos da dívida externa de investidores no mercado
  • Medida tem objetivo de liberar recursos em dólar para investidores e bancos
  • Banco Central vai comprar e revender títulos com desconto de 10%
  • Medida vale para títulos em dólar negociados no mercado internacional, que somam US$ 31 bilhões

O Banco Central anunciou nesta quarta-feira (18) que vai comprar títulos do governo negociados em dólar no mercado internacional, os chamados títulos soberanos, com o compromisso de revender o mesmo papel ao mesmo aplicador dentro de um mês. A medida tem o objetivo de aumentar a oferta de ativos negociados em dólares no mercado e ajudar investidores que estão preocupados com os impactos do novo coronavírus na economia.

Esses títulos do governo são negociados por investidores estrangeiros, mas fundos de investimento oferecidos por gestores de recursos no Brasil também aplicam nesse tipo de papel, inclusive bancos. Há atualmente US$ 31 bilhões em títulos soberanos. Segundo o Banco Central, se houver interesse por parte dos investidores, todo esse volume poderá ser recomprado. Isso representaria cerca de 8,5% do total de reservas em moeda estrangeira que o Brasil possui, cerca de US$ 362,5 bilhões.

"A medida entra em vigor nesta data (18/03), e visa garantir o bom funcionamento dos mercados", disse o Banco Central em Nota.

Nessa operação, o Banco Central vai recomprar os títulos, ou seja, vai pagar adiantado ao investidor o valor dos títulos. Para isso, vai pedir um desconto de 10% no negócio. Na mesma operação, o BC assume o compromisso de revender o mesmo papel ao mesmo aplicador.

Durante esse período em que o título fica nas mãos do Banco Central, que será de um mês, o aplicador fica livre de uma importante obrigação: deixar um dinheiro separado como garantia, a chamada margem, até o limite de US$ 500 mil. Assim, essa medida do Banco Central libera o investidor para poder usar dólares que estão travados.

Ou seja, a medida liberar recursos em dólar para investidores e bancos.

A venda à vista do título soberano será paga pelo BC em dois dias úteis após a contratação e a correspondente recompra, em até trinta dias corridos após a liquidação da venda, admitindo-se, mediante consenso das partes, a contratação de novas operações.

Veja mais economia de um jeito fácil de entender: @uoleconomia no Instagram.
Ouça os podcasts Mídia e Marketing, sobre propaganda e criação, e UOL Líderes, com CEOs de empresas.
Mais podcasts do UOL em uol.com.br/podcasts, no Spotify, Apple Podcasts, Google Podcasts e outras plataformas.