PUBLICIDADE
IPCA
0,64 Set.2020
Topo

Presidente da Caixa diz já discutir abertura de capital do banco digital

Pedro Guimarães acredita que abertura de capital de banco digital levaria eficiência para projeto - Marcos Corrêa/PR
Pedro Guimarães acredita que abertura de capital de banco digital levaria eficiência para projeto Imagem: Marcos Corrêa/PR

Do UOL, em São Paulo

23/07/2020 12h21

O presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, afirmou, em entrevista publicada hoje pelo jornal Valor Econômico, que existe um plano para que a empresa abra o capital de seu banco digital, que foi criado recentemente e é voltado principalmente para a população de baixa renda.

Depois de dizer que já está discutindo uma "potencial abertura de capital do banco digital", Pedro Guimarães avaliou que as operações vão reforçar a governança e a eficiência da Caixa.

"Esse banco digital, como é uma operação da baixa renda, envolve muita tecnologia e faz sentido ter discussões com o mercado. É um plataforma que criamos há dois meses e estamos reforçando a governança. Mas a gente não está mexendo no coração do banco: crédito imobiliário, financiamento à pessoa física, incluindo microcrédito, a parte de serviços à sociedade, como o auxílio, e a parte de saneamento", disse.

"O banco digital, quanto mais eficiente for, mais eficiente será o microcrédito. Na nossa visão, estamos caminhando para operações que vão reforçar a governança e a eficiência da Caixa", completou.

Pedro Guimarães ainda atualizou como estão as conversas em relação a outra aberturas de capital da empresa,

"A Caixa Seguridade a gente já retomou. A venda de ações PN do Banco Pan é um estudo constante. Quando vai ser é uma outra discussão. Dos IPOs, temos outras três. Na Caixa Cartões, estamos no meio das discussões das 'joint ventures', que são muito importantes para avançar", disse.

"A Caixa Loterias, essa sim está bem avançada, mas precisa de uma discussão anterior: se pode ou não fazer. O que hoje é claro é que a Caixa pode ter 100% da operação. A questão é: podemos ter só 70%? Ainda não temos a resposta", completou.