PUBLICIDADE
IPCA
0,64 Set.2020
Topo

Após morte, Grupo Mateus dá prazo para desistência da reserva de ações

Rafael Souza

Colaboração para o UOL, em São Luís (MA)

05/10/2020 21h39

Após a queda de gôndolas com produtos que matou uma funcionária e deixou pelo menos outras oito pessoas feridas em São Luís (MA), o Grupo Mateus comunicou ao mercado a abertura de prazo para que investidores desistam da oferta pública de ações que a empresa está programando.

Até o momento, o Grupo Mateus está com a Oferta de Ações (IPO) em análise junto a Comissão de Valores Imobiliários (CVM), mas a empresa pretende negociar ações na Bolsa de Valores ainda em 2020. Ao UOL, a assessoria de imprensa do Grupo Mateus informou que a programação de abertura de capital segue normalmente.

Porém, como alguns investidores já poderiam reservar a compra de ações, o Grupo Mateus decidiu acrescentar novos fatores de risco ao prospecto preliminar, um documento que informa a situação atual da empresa ao mercado.

Nesse acréscimo ao prospecto, o grupo informa que "acidentes em nossas lojas, centros de distribuição ou quaisquer de nossas unidades podem causar um efeito adverso relevante sobre nossos negócios, resultados operacionais e imagem", e que "o fato das nossas lojas serem espaços públicos pode gerar consequências que fogem do controle da administração das respectivas lojas, o que pode causar danos materiais e à imagem das nossas lojas, além de causar eventual responsabilidade civil e/ou obrigação de ressarcimento às vítimas".

Desse modo, os investidores não institucionais que já apresentaram o pedido de reserva poderão realizar a desistência entre 5 de outubro e 9 de outubro de 2020. Para isso, o investidor deverá informar a decisão à instituição onde foi feito o pedido de reserva.

Sobre o acidente do Mix Atacarejo do bairro Vinhais, na capital maranhense, a Polícia Civil, o Ministério Público do Maranhão e o Ministério Público do Trabalho já abriram inquérito para investigar possível negligência da empresa, além das condições de trabalho dos funcionários.

"O Grupo Mateus lamenta informar que na noite dessa sexta-feira, 2 de outubro, houve um acidente no Mix Atacarejo da Curva do 90 no bairro do Vinhais. Imediatamente, todas as autoridades de segurança pública do estado foram acionadas e prontamente iniciaram o trabalho de apoio e, neste momento, realizam o resgate e o socorro dos feridos. O Grupo Mateus reforça que, neste momento, o que importa é o resgate dos envolvidos no acidente, o apoio às vítimas e seus familiares. Para nós, a prioridade são as pessoas."

O acidente no supermercado Mix Atacarejo, aconteceu por volta das 20h da última sexta-feira (2). As causas ainda estão sendo apuradas, mas há a suspeita de que uma empilhadeira provocou a queda de uma das gôndolas, causando um efeito dominó.

Outro relato aponta que uma prateleira estaria, desde dias antes, balançando com excesso de peso e que um operador de empilhadeira teria tentado tirar um bloco de palete, sem tempo de evitar a tragédia.