PUBLICIDADE
IPCA
+0,93 Mar.2021
Topo

Transportadores de combustíveis de MG anunciam paralisação amanhã

Transportadores de combustíveis reclamam da alíquota do ICMS em Minas Gerais - Getty Images
Transportadores de combustíveis reclamam da alíquota do ICMS em Minas Gerais Imagem: Getty Images

Júlia V. Kurtz

Colaboração para o UOL, em Passo Fundo (RS)

24/02/2021 21h27Atualizada em 26/02/2021 19h37

Caminhoneiros que transportam combustíveis anunciaram uma paralisação amanhã em Minas Gerais. Eles protestam contra a alíquota do ICMS do estado e a promessa é de interromperem o serviço por 24 horas.

A ação está sendo organizada pelo SindTanque (Sindicato dos Trabalhadores de Combustível) e deve começar às 7h. Segundo o sindicato, é esperada a participação de cerca de 150 caminhões. A categoria fará uma carreata e ameaça entrar em greve, caso as reivindicações não sejam atendidas.

"Dependendo da resposta do governo estadual [sobre a redução do valor do ICMS], nós entraremos em greve", avisa José Geraldo de Castro Gonçalves, diretor do sindicato.

Segundo o SindTanque, a entidade já se reuniu com o governo de Minas Gerais para pedir a redução do imposto. A resposta foi negativa, o que levou à decisão de paralisar.

A alíquota de diesel em Minas Gerais é de 15%, enquanto a de gasolina e etanol são, respectivamente, de 31% e 15%, segundo informações da Secretaria da Fazenda do estado.

O sindicato acrescenta que os seguidos aumentos nos preços de combustível tornou impraticável a atividade. "O óleo diesel está levando todo o dinheiro do frete", diz Gonçalves.

O governador do estado, Romeu Zema (Novo), disse no Twitter que não pretende aumentar o imposto. "Sou contra aumento de alíquotas de ICMS sobre os combustíveis. Não vou propor nem apoiar nenhuma medida nesse sentido", afirmou.

Em nota, a secretaria da fazenda do estado explicou que as mudanças de preço de combustíveis não ocorrem devido ao ICMS, e sim à política de preços da Petrobras.

Errata: o texto foi atualizado
Diferentemente do publicado na primeira versão, a alíquota do ICMS no etanol é de 16%, e não 15%. A informação foi corrigida.