PUBLICIDADE
IPCA
1,25 Out.2021
Topo

Lula diz que empresários deveriam rezar para que ele volte a ser presidente

Ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou que empresários brasileiros deveriam estar rezando e fazendo promessa para que ele vença as eleições de 2022 - Reprodução/Al Jazeera
Ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou que empresários brasileiros deveriam estar rezando e fazendo promessa para que ele vença as eleições de 2022 Imagem: Reprodução/Al Jazeera

Colaboração para o UOL

17/04/2021 11h02Atualizada em 17/04/2021 15h07

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) disse hoje que os empresários brasileiros deveriam estar rezando ou fazendo promessa para que ele volte ao poder. Em entrevista à emissora Al Jazeera, do Catar, o petista afirmou ser o melhor nome na política nacional para alavancar os índices da economia do país.

"Os empresários brasileiros, os donos de fundos, os banqueiros deveriam estar todo dia fazendo uma reza e pagando promessa para que eu voltasse a governar o Brasil. Para que a gente pudesse garantir o fim da fome, fim da miséria, pleno emprego e o Brasil virar protagonista internacional", defendeu o ex-presidente.

Lula não deixou claro se será candidato nas eleições do ano que vem, mas avisou que está preparado caso setores progressistas do país o vejam como o melhor nome para representeá-los no pleito.

O petista voltou a ressaltar, no entanto, que esse não é o momento para se discutir a disputa política de 2022.

É humanamente impossível imaginar que um político que aparece na disputa eleitoral com ampla chance de ganhar vai dizer que não é candidato. Quando chegar no momento de escolher, se eu tiver em condições e os partidos progressistas no país entenderem que meu nome pode ser o melhor, obviamente que estarei disposto a ser candidato.
Lula

Pandemia

Ao avaliar a situação da pandemia do novo coronavírus no Brasil, Lula voltou a fazer criticas severas contra o presidente Jair Bolsonaro (sem partido). O petista disse que o atual presidente é um dos responsáveis pelas mais de 360 mil mortes pela covid-19 no país.

"Tenho tratado o nosso presidente como genocida, porque é o primeiro presidente que é irresponsável no trato de uma doença, sem respeitar a ciência no Brasil, a medicina (...) É lamentável que o Brasil esteja nessa situação", criticou.

O petista afirmou ainda que Bolsonaro não levou o novo coronavírus a sério desde o surgimento dos primeiros casos no país.

Como já vem fazendo, Lula afirmou que o presidente não acredita na ciência e na eficácia das medidas restritivas para evitar a disseminação da doença.

Parte da crise que estamos vivendo é da total irresponsabilidade do nosso governo. Ele (Bolsonaro) não foi responsável com o povo brasileiro, não foi responsável com a ciência, não é responsável com o sistema de saúde no Brasil, e por isso o Brasil hoje virou o epicentro do covid-19
Lula

PUBLICIDADE
Errata: o texto foi atualizado
Mais de 360 mil pessoas já morreram de covid-19, e não 260 mil como estava escrito anteriormente. O texto foi corrigido.