PUBLICIDADE
IPCA
1,06 Abr.2022
Topo

Já pode aposentar? PA deve ganhar mais como influencer do que nas pistas

BBB 22: Paulo André ganhou mais de R$ 500 mil em prêmios no programa e pode lucrar ainda mais com publicidade - Reprodução/Globoplay
BBB 22: Paulo André ganhou mais de R$ 500 mil em prêmios no programa e pode lucrar ainda mais com publicidade Imagem: Reprodução/Globoplay

Vinícius de Oliveira

Colaboração para UOL, em São Paulo

12/05/2022 04h00Atualizada em 12/05/2022 15h01

Um dos principais nomes do atletismo do Brasil, Paulo André Camilo, mais conhecido como PA, ainda pode ganhar dinheiro com a fama conquistada no programa. Especialistas em marketing e publicidade ouvidos pelo UOL não arriscam cifras para contratos fechados pelo atleta, mas garantem: ele também pode ser ouro como influenciador digital.

Somando o prêmio pelo segundo lugar e outros conquistados na casa, PA já saiu do reality com pelo menos R$ 500 mil no bolso. E ainda pode fazer a fama render ainda mais.

Até a última sexta-feira (6), o atleta tinha 9,8 milhões de fãs no Instagram — mais de 100 vezes o que registrava antes de entrar no reality quando, mesmo após uma Olimpíada, tinha 84,2 mil seguidores.

Entre os nomes do atletismo em atividade, Paulo André é o que acumula o maior número de seguidores do mundo. Entre atletas e ex-atletas, em geral, fica através da modelo e socialite Caitlyn Jenner (13 milhões) e do ex-velocista olímpico Usain Bolt (11,3 milhões) —ambos já aposentados.

'Já dá para viver de publicidade com números menores que os dele'

Apesar de não ter conquistado R$ 1,5 milhão com a participação no BBB, o atleta tem tudo para fazer isso em um mês com as redes sociais. Pelo menos é o que acredita a cantora Anitta, que apadrinhou Juliette, vencedora do BBB 21.

Para Julio Beltrão, diretor artístico da Mynd, empresa que agencia a carreira de ex-BBBs, Paulo André entra para o time de "big names" entre os influenciadores digitais.

"É um atleta de alto nível, que entrou no maior reality do país e saiu com números gigantescos, que equivalem aos de apresentadores de grandes emissoras", afirma Beltrão, que tem contratos com ex-participantes como Babu Santana, Gil do Vigor, Thelma Assis e agora Douglas (DG) e Jessilane Alves.

Paulo André - Reprodução/Globoplay - Reprodução/Globoplay
Especialista diz que PA é o grande nome da publicidade do BBB22
Imagem: Reprodução/Globoplay

"É possível viver de publicidade com números bem menores que os dele. No caso do PA, é alguém que tem alcance nacional. Com toda certeza, marcas legais se associarão a ele. Acredito que ele vá viver de publicidade e de esporte, por ser um atleta de alto nível", diz.

Post ou story pode valer de R$ 50 mil a R$ 1 milhão

O diretor artístico afirma que Paulo André conquistará contratos milionários como ocorreu com outros ex-participantes, como Juliette e Gil do Vigor.

"Um post ou story dele pode valer entre R$ 50 mil e R$ 1 milhão, dependendo do alcance como influenciador. São diversos fatores que fazem com que cheguemos a um preço final de valoração de um influencer", diz, sem declarar um valor que poderia ser fechado em contrato por PA.

Para se ter uma ideia, a campeã do BBB21, Juliette, cobrava em média R$ 120 mil para uma sequência de três stories quando saiu do programa. De acordo com o colunista do UOL Lucas Pasin, o atual campeão, Arthur Aguiar, está pedindo R$ 30 mil pela mesma sequência de publicação.

'Grande nome publicitário do BBB22'

Rafael Coca, fundador da Spark, agência que faz a ponte entre marcas e influenciadores digitais, também afirma que o atleta terá futuro com publicidade. "O PA sai como o grande nome 'publicitário' dessa edição. Pedro Scooby, outro destaque, já era conhecido no meio publicitário", afirma.

De acordo com Coca, os números das redes sociais de Paulo André devem abrir novas portas e conversas.

"As marcas sempre buscam influenciadores que têm afinidade com seu propósito e que tenham uma comunidade de seguidores engajados. Engajar significa responder a comentários, prover conteúdo, oferecer conhecimento, ter consistência. Cada perfil segue um caminho, mas todos têm uma troca constante com a sua comunidade", explica.

O fundador da Spark não arriscou um palpite sobre números, mas disse que a tendência é que Paulo André feche "grandes contratos que envolvam não só as suas redes sociais, mas também o uso de sua imagem em campanhas de marca".

Veja os prêmios do atleta, que somam mais de R$ 500 mil

Se, por um lado, Paulo André perdeu a bolsa-atleta de R$ 1.850 por não estar em treinamento durante o confinamento do BBB22, por outro, ele conseguiu ganhar mais de 270 vezes esse valor em cem dias.

Pulse - Reprodução/Globoplay - Reprodução/Globoplay
PA ganhou um carro Fiat Pulse na última prova do líder, avaliado em R$ 127 mil
Imagem: Reprodução/Globoplay

O segundo lugar no reality show rendeu R$ 150 mil para o atleta. A esse valor, soma-se o carro Fiat Pulse, conquistado na última prova do líder, avaliado em R$ 127 mil.

Além disso, na prova patrocinada pela administradora de consórcios Ademicon, Paulo André ganhou mais R$ 100 mil. Ele também ganhou um ano de aluguel na empresa Quinto Andar, no valor de até R$ 60 mil.

Ao longo do programa, PA recebeu R$ 20 mil em dinheiro, R$ 2.000 do banco PicPay, R$ 20 mil em corridas da 99 e R$ 20 mil para serem gastos nas Lojas Americanas.

O velocista também ganhou dez anos de assinatura do Globoplay, além de vários prêmios em produtos: notebook gamer, fone de ouvido, microfone e máquina de lavar.

Somados, todos os prêmios ultrapassam R$ 500 mil.

PUBLICIDADE
Errata: o texto foi atualizado
A versão inicial deste texto dizia que o Paulo André Camilo era medalhista olímpico. A informação foi alterada.