PUBLICIDADE
IPCA
0,47 Mai.2022
Topo

Mídia e Marketing

Escritor Jeferson Tenório é novo colunista do UOL

O escritor Jeferson Tenório, vencedor do Jabuti de melhor romance em 2021 - Carlos Macedo/Divulgação
O escritor Jeferson Tenório, vencedor do Jabuti de melhor romance em 2021 Imagem: Carlos Macedo/Divulgação

Do UOL, em São Paulo

16/05/2022 04h00

O escritor Jeferson Tenório estreia nesta segunda-feira (16) como novo colunista do UOL. Vencedor do prêmio Jabuti 2021, com o romance "O Avesso da Pele", ele escreverá sobre educação e cultura com base na experiência, que já dura 15 anos, como professor de língua e literatura na rede pública de Porto Alegre.

"Acho que há um desconhecimento não só sobre a sala de aula, mas também sobre o contexto da educação no Brasil", disse ao UOL. "As pessoas sabem que há uma precarização do ensino e da estrutura, mas eu quero apresentar para o leitor uma espécie de raio-x desse lugar", acrescenta.

A ideia é que a coluna não seja apenas um espaço para críticas, mas também para indicar novos caminhos. "É uma coluna propositiva. Não pretendo só apontar os problemas, mas sim apresentar algumas saídas."

"O Avesso da Pele" é o seu terceiro romance e encerra o que o autor chama de "Trilogia do abandono". Antes vieram "O Beijo na Parede" (2013) e "Estela sem Deus" (2018).

avesso - Divulgação - Divulgação
Capa do livro "O Avesso da Pele"
Imagem: Divulgação

A obra que venceu o Jabuti é narrada em primeira pessoa e conta a história de Pedro, um garoto negro que busca resgatar o passado de sua família após o pai ser assassinado durante uma abordagem policial. A temática racial presente no texto também vai aparecer nas colunas de Tenório.

"Não tem como não abordar ou fugir disso, faz parte da minha experiência também como pessoa, está presente na minha obra, nos meus livros", observa. "A questão da negritude e do racismo estrutural, como aparece na educação, cultura e literatura é um tema que também vai surgir nas colunas".

Animado com sua estreia no UOL, disse que pretende abordar tanto temas factuais, como a discussão sobre a adoção do gênero neutro nas escolas, quanto temas mais atemporais. Os assuntos em questão ele não revelou; decidiu deixar a surpresa para o leitor.

Carioca radicado em Porto Alegre, Tenório é graduado em Letras e mestre em Literaturas Luso-africanas pela UFRGS (Universidade Federal do Rio Grande do Sul) e doutor em Teoria Literária pela PUC-RS (Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul).

Mídia e Marketing