IPCA
0,46 Jul.2024
Topo

Governo determina recolhimento de 4 lotes de feijão por grãos mofados; veja

Governo determinou o recolhimento de lotes de duas marcas de feijão por grãos impróprios para o consumo - iStock
Governo determinou o recolhimento de lotes de duas marcas de feijão por grãos impróprios para o consumo Imagem: iStock

Do UOL, em São Paulo

19/05/2023 12h40Atualizada em 19/05/2023 13h19

O Ministério da Agricultura e Pecuária determinou o recolhimento de quatro lotes de feijão das marcas Da Mamãe e Sanes por presença de grãos mofados e ardidos.

Veja os lotes afetados:

Lote 51 do feijão cores, marca Da Mamãe;

Lote 06 do feijão preto, marca Da Mamãe;

Lote 030423 do feijão preto, marca Sanes;

Lote 080323 do feijão preto da marca Sanes.

Grãos mofados

Os feijões impróprios para consumo foram encontrados no estado do Rio de Janeiro e no Distrito Federal. O UOL procurou as marcas Da Mamãe e Sanes por email para comentar o assunto. A matéria será atualizada se houver retorno.

Segundo a Embrapa, um grão é "ardido" quando está visivelmente fermentado na parte interna. O problema é causado por umidade ou calor excessivos.

Grãos mofados e ardidos acima do limite de 15% indicam a má qualidade do produto e representam risco à saúde dos consumidores, diz o governo.

Esses grãos podem conter micotoxinas prejudiciais ao organismo, causando intoxicações alimentares e reações alérgicas.
Diretor do Departamento de Inspeção de Produtos de Origem Vegetal, Hugo Caruso

O Ministério da Agricultura ressalta ainda a importância que os consumidores verifiquem se possuem algum pacote de feijão das marcas e lotes mencionados em suas residências ou restaurantes. Caso tenham adquirido esses produtos, o consumo deve ser interrompido imediatamente e o consumidor deve entrar em contato com o comércio onde foi adquirido para o procedimento de devolução ou descarte adequado.
Comunicado do Mapa