Haddad fala em tributação internacional das riquezas em evento do G20

O ministro da Fazenda, Fernando Haddad (PT), defendeu hoje, em evento do G20, a tributação internacional dos países mais ricos.

O que aconteceu

Haddad pediu "soluções para fazer com que os mais ricos do mundo paguem a sua justa contribuição em impostos". "Vindo de um processo de reforma tributária no Brasil, tenho uma convicção particularmente forte sobre a necessidade de reforçar a cooperação global nesta área", afirmou o ministro da Fazenda.

O ministro disse ainda que o mundo precisa de uma "reglobalização", com foco em "preocupações socioambientais". "Agora, mais do que nunca, construir muros e criar ilhas isoladas de prosperidade é impraticável, para não dizer imoral. Temos de enfrentar juntos os nossos muitos desafios contemporâneos e lutar para criar um mundo justo e um planeta sustentável", acrescentou Haddad.

Brasil na presidência do G20

O Brasil assumiu este mês a presidência do bloco. À frente do grupo, o governo Lula tem desafios como o combate à fome, transição verde, renegociação e perdão de dívidas e desigualdade de gênero.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes