Início da produção do prospecto de Libra no pré-sal previsto para julho vai atrasar, diz PPSA

RIO DE JANEIRO (Reuters) - A entrada em operação da primeira plataforma do prospecto de Libra, no pré-sal da Bacia de Santos, para Teste de Longa Duração (TLD), previsto inicialmente para julho, irá atrasar, afirmou nesta quinta-feira o presidente da Pré-Sal Petróleo S.A. (PPSA), Ibsen Flores.

O executivo explicou a jornalistas, em um evento, que o atraso se deu devido a um problema na instalação de equipamentos. Segundo ele, não há uma nova data marcada para o início da operação. O prospecto de Libra é operado pela Petrobras, que tem como parceiros Shell, Total, CNPC e Cnooc.

(Reportagem de Marta Nogueira)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos