Wall St tem novos recordes após Fed e resultados corporativos

NOVA YORK (Reuters) - Os índices acionários dos Estados Unidos fecharam com leves altas nesta quarta-feira, marcando novamente recordes de alta, após o Federal Reserve, banco central do país, manter taxas de juros e fortes resultados financeiros da Boeing e da AT&T.

A decisão do Fed não influenciou dramaticamente os principais índices de Wall Street, que atingiram recordes anteriores na sessão em um dia agitado de relatórios de ganhos corporativos.

O índice Dow Jones <.DJI> subiu 0,45 por cento, a 21.711 pontos, enquanto o S&P 500 <.SPX> ganhou 0,03 por cento, a 2.477 pontos. O índice de tecnologia Nasdaq <.IXIC> avançou 0,16 por cento, a 6.422 pontos.

"A própria decisão do Fed era bastante esperada e não teve impacto real no mercado", disse o presidente da LibertyView Capital Management, Nova Jersey, Rick Meckler. "Mas acho que, em um sentido mais amplo, a vontade do Fed de se mover cautelosamente proporcionou alguma proteção contra a venda do mercado".

Mais cedo, o Fed manteve a taxa de juros e informou que espera começar a normalização do balanço patrimonial "relativamente em breve", sinal de confiança na economia norte-americana.

A ação da Boeing saltou quase 10 por cento, impulsionando o índice Dow Jones, enquanto o papel da AT&T subiu cerca de 5 por cento. As duas empresas registraram lucro trimestral que superou as estimativas dos analistas.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos