Cemig votará aumento de capital de até R$1 bilhão em 26 de outubro

SÃO PAULO (Reuters) - A elétrica mineira Cemig convocou uma assembleia extraordinária de acionistas para 26 de outubro, na qual será deliberada uma autorização para aumento do capital social da companhia em até 1 bilhão de reais.

Em fato relevante nesta segunda-feira, a Cemig disse que a operação envolverá 66,8 milhões de novas ações ordinárias, a 5 reais por papel, e 133,15 milhões de novas ações preferenciais, por 6,57 reais cada.

"O aumento de capital servirá para robustecer a estrutura de capital e o caixa da companhia, de modo a contribuir para a redução de sua alavancagem financeira", disse a companhia no comunicado.

O deputado federal Fábio Ramalho (PMDB-MG) disse à Reuters nesta segunda-feira que a Cemig deve utilizar os recursos do aumento de capital para pagar ao governo federal um bônus para manter a concessão da hidrelétrica de Miranda.

A União agendou para 27 de setembro um leilão que oferecerá a investidores a concessão de quatro hidrelétricas da Cemig, incluindo Miranda, mas a companhia vem nos últimos meses tentando um acordo com autoridades ou uma decisão judicial para manter os ativos.

(Por Luciano Costa)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos