Bolsas

Câmbio

Chineses, Engie e Enel arrematam 4 hidrelétricas; governo obtém mais de R$12 bi

Luciano Costa

SÃO PAULO (Reuters) - A chinesa State Power Investment Corp.(SPIC), a francesa Engie e a italiana Enel venceram o leilão da concessão de quatro hidrelétricas promovido pelo governo federal nesta quarta-feira, com pagamento de bônus de outorga à União em troca dos ativos no valor total de mais de 12 bilhões de reais, frente a um mínimo de 11 bilhões que seria arrecadado se todas usinas fossem arrematadas sem ágio.

A SPIC ficou com a maior usina do leilão, de São Simão, com uma oferta de 7,18 bilhões de reais, ou 6,5 por cento acima do preço mínimo definido para o empreendimento, que não atraiu outros lances.

A Engie ficou com as hidrelétricas de Jaguara e Miranda, após lances de 2,17 bilhões de reais e 1,36 bilhão de reais, nos maiores ágios do leilão, de cerca de 14 por cento e mais de 20 por cento, respectivamente.

A italiana Enel, que chegou a apresentar ofertas, mas foi derrotada pela Engie em Jaguara e Miranda, ficou com o último empreendimento licitado, a usina de Volta Grande. A empresa ofereceu 1,419 bilhão de reais pelo ativo, ágio de aproximadamente 10 por cento.

A Cemig, que operava as usinas antes do vencimento de suas concessões, chegou a se habilitar para a disputa por meio da Aliança, uma joint venture com a mineradora Vale, mas a empresa não apresentou nenhuma proposta no certame.

(Por Luciano Costa)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos