Bolsas

Câmbio

Audi desiste de vender marca de motocicletas Ducati, diz presidente

INGOLSTADT, Alemanha (Reuters) - A alemã Audi abandonou os planos de vender sua marca italiana de motocicletas Ducati, disse o presidente-executivo, Rupert Stadler, em sinal de confiança de que a montadora será capaz de lidar com os custos de sua transformação.

Passos para diminuir os custos em 10 bilhões de euros, cortar a burocracia e aprofundar o laços com a Porsche, marca que também é controlada pela Volkswagen , estão "gradualmente aumentando nossa margem de manobra financeira e organizacional para o realinhamento estratégico", disse Stadler a jornalistas.

Não há, portanto, nenhuma necessidade econômica de vender a Ducati e a fabricante de transmissões Renk, conforme busca se tornar mais ágil na transformação em direção a veículos elétricos e autônomos.

"Eu posso garantir a você que a Ducati pertence à família Audi", disse Stadler. "A Ducati é a implementação perfeita de nossa filosofia premium no mundo das motocicletas."

No entanto, investidores e potenciais compradores da Ducati esperam que a VW mude de ideia novamente e, finalmente, opte por vender o ativo, que dizem que tem importância estratégica menor para a VW.

(Por Andreas Cremer)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos